Duelo entre Auto Esporte e Atlético de Cajazeiras abre torneio que vai definir os rebaixados do Paraibano


COMANDANTE DO ATLÉTICO-PB NA TEMPORADA PASSADA, EDERSON ARAÚJO ESTÁ DE VOLTA AO TROVÃO AZUL (FOTO: EDGLEY LEMOS/GLOBOESPORTE.COM/PB)

Competição mais indigesta para quem disputa, o Quadrangular do Rebaixamento do Campeonato Paraibano começa nesta quarta-feira. No Estádio Almeidão, em João Pessoa, o Auto Esporte, time de pior campanha na temporada, recebe o Atlético de Cajazeiras, que vive um momento conturbado no ano. Vai ser a primeira rodada do torneio da morte, que também conta com Desportiva Guarabira e Nacional de Patos. Na capital paraibana, o duelo está marcado para as 20h30.

No Auto Esporte, o momento ainda é de desconfiança. A campanha pífia na primeira fase coloca o Alvirrubro como forte candidato ao rebaixamento. Até aqui, o time pessoense perdeu sete vezes, empatou três e não venceu um jogo sequer. E, tentando uma vida completamente diferente no quadrangular do rebaixamento, o técnico Severino Maia tem feito testes no elenco; no entanto, nada de muito positivo aconteceu.

[ads1]

Visitante nesta quarta-feira, o Atlético de Cajazeiras também não em vem um grande momento no ano. Inclusive, a partida desta noite vai marcar a estreia do técnico Ederson Araújo, que assumiu o comando da equipe após a demissão de Adelmo Soares. O novo treinador é o terceiro do Trovão Azul somente neste ano. Antes de Ederson e Adelmo, Índio Ferreira treinou o time de Cajazeiras. A campanha atleticana até aqui é de duas vitórias, dois empates e seis derrotas.

No Auto Esporte, a novidade foi a contratação do experiente atacante Wanderley. O jogador de 35 anos, que possui um título paraibano pelo Botafogo-PB, em 2013, foi apresentado no Alvirrubro na última segunda-feira e, já regularizado, pode fazer a sua estreia nesta quarta-feira. O sistema ofensivo, inclusive, é um dos probelmas que o técnico Maia vai ter que solucionar. Até aqui, o Macaco Autino marcou apenas oito gols e, durante a primeira fase, chegou a ter o zagueiro Jé improvisado no ataque.

Dentro de campo, o técnico Ederson Araújo também vai ter muitos problemas para resolver. Na primeira fase, o Atlético-PB apresentou desequilíbrio, sofrendo 16 gols e marcando apenas nove em 10 jogos disputados. Individualmente, os destaques são os atacantes Jorge Mauá e Aleff. Cada um marcou dois gols até aqui e ambos são os artilheiros do time na temporada. Porém, o também atacante Edson Pitibull estreou no último domingo e marcou o gol contra o Botafogo-PB, na derrota por 4 a 1. O recém-contratado deve ser o dono da camisa 9 atleticana.

[ads2]

VIA GLOBO ESPORTE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *