DNOCS afirma que barragem Engenheiro Avidos estará pronta para receber água da Transposição em abril


COMPORTAS ESTÃO COMPLETAMENTE ENFERRUJADAS (FOTO: REPRODUÇÃO DA INTERNET)

As três barragens no Sertão da Paraíba que receberão as águas provenientes da Transposição do Rio São Francisco através do Eixo Norte terão as obras hidromecânicas concluídas até o mês de abril, de acordo com o engenheiro Alberto Batista, diretor geral do Departamento de Obras contra as Secas (DNOCS) na Paraíba.

Os açudes de Coremas/Mãe D’água, São Gonçalo e Engenheiro Avidos, nas cidades de Coremas, Sousa e Cajazeiras, respectivamente, estão passando por reparos na parte hidromecânica. Alberto Batista explicou que a parte da “tomada d’água, tivemos que substituir porque vai ser automatizada”.

“A parte hidromecânica a gente termina agora em abril, a parte física, que não compromete a chegada da água, a gente vai fazendo aos poucos”, explicou o diretor geral do DNOCS. Com isso, ele assegura que os açudes “estarão prontos para receber, dependendo só do Ministério da Integração, que está cuidando da transposição”.

A previsão de término das obras do Eixo Norte da Transposição é estimada para até o final deste ano de 2018, segundo o Ministério da Integração.

No momento, os reservatórios continuam com um nível de água muito baixo, mesmo com as recentes chuvas na região. “Estão pegando uma carga agora devido às chuvas na bacia hidráulica, mas não está ainda com segurança hídrica”, comentou Alberto Batista, considerando que “a segurança hídrica é garantida com a transposição do Rio São Francisco”.

Alberto Batista explica que devido aos seis anos de seca que aconteceram anteriormente, os açudes não vão encher. “Se o tempo continuar assim, pode ter uma carga considerável”, estima o diretor do DNOCS. Ele ainda revelou que “segundo os estudos, a previsão é de 55% de chuvas acima da média. Já dá para respirar”, comemorou.

Engenheiro Avidos

O vereador Alysson Lira (Neguin do Mondrian) afirmou que nenhum serviço vem sendo realizado por nenhuma empresa nos últimos dias no açude de Boqueirão. Neguin disse que recentemente apenas técnicos da Agência Nacional das Águas (ANA) estiveram visitando o local, mas apenas para fiscalizar o uso de motores para retirada de água.

Contudo, o vereador afirmou que buscará manter contato com o engenheiro Alberto Batista para se informar sobre o assunto, uma vez que as comportas do açude de Boqueirão encontram-se no mesmo estado, completamente enferrujadas e sem nenhuma condição de uso, frisou.

COM INFORMAÇÕES DO CLICKPB E BLOG DO FURÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *