Diocese de Cajazeiras abre mais um centro para recuperação de dependentes químicos


CASA DE ACOLHIMENTO BOM JESUS FUNCIONARÁ NO SÍTIO CONTENDAS, EM SÃO JOSÉ DE PIRANHAS

A Diocese de Cajazeiras (PB) recepcionou, no fim da tarde e início da noite deste sábado (7), a Comunidade Católica Boa Nova, que administrará a Casa de Acolhimento Bom Jesus, com auxílio das Paróquias São José, em São José de Piranhas, e Sagrada Família, em Cajazeiras.

A Casa Bom Jesus funcionará no antigo canteiro de obras da construtora Queiroz Galvão, no Sítio Contendas, no município de São José de Piranhas, e acolherá dependentes químicos que desejem receber ajuda na luta contra seus vícios.

O bispo diocesano Dom Francisco de Sales Alencar Batista visitou, ao lado do padre Josinaldo, as instalações onde a instituição passará a funcionar. Após a visita, o bispo presidiu a Santa Missa, que foi concelebrada por diversos padres da Diocese de Cajazeiras.

A Casa de Acolhimento Bom Jesus é a 12ª unidade a ser aberta no Nordeste pela Comunidade Boa Nova, sendo a segunda no território da Diocese de Cajazeiras, já que a comunidade também conduz a Casa Nova Betânia, situada na cidade de Paulista (PB), sertão paraibano. Além da missão com as Casas de Acolhimento, a Comunidade Boa Nova também executa um trabalho com crianças na África.

Agora, a Comunidade Boa Nova juntamente com a Diocese de Cajazeiras e demais instituições engajadas buscarão apoios para que a Casa de Acolhimento Bom Jesus possa funcionar normalmente. Para aqueles que desejarem colaborar na manutenção da Casa, estão sendo aceitas doações de qualquer tipo, sejam através de alimentos, de móveis ou de recursos financeiros.

As instalações para o funcionamento da Casa de Acolhimento Bom Jesus foi doada, por meio de comodato, pela prefeitura de São José de Piranhas. O prefeito Chico Mendes prometeu apoio no que for possível para a instituição e conclamou que os outros prefeitos da região colaborem também.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *