Deputado Jeová Campos pede IML em Cajazeiras à Secretaria de Segurança Pública


jeova-iml-secretario-mar2015

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) mostrou, na tarde desta quinta-feira (26), que não medirá esforços para conseguir a instalação de uma sede do Instituto Médico Legal (IML) em Cajazeiras. Durante reunião com o Secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, ele expôs a crítica situação que a população de Cajazeiras e cidades da região estão expostas pela falta de uma unidade do IML no município e lembrou ainda a importância de potencializar os estudos e conhecimento dos futuros médicos com a disponibilidade de um IML na cidade, já que há duas escolas de Medicina em Cajazeiras. O deputado  protocolou a solicitação feita através do ofício Nº 216/15.

Segundo Jeová, que estava acompanhado do vereador cajazeirense, Alisson Voz e Violão e de assessores, a situação é crítica na cidade visto que o único IML que existe no sertão é o de Patos e quem perde um de seus familiares de forma inesperada, fora do ambiente hospitalar e numa situação de violência, precisa esperar por uma equipe dessa cidade para levar o corpo, periciar e só depois liberar para sepultamento. Isso leva, em média, umas seis horas. Quando o IML de Patos não resolve, o corpo é encaminhado para Campina Grande.

“Isso é inadmissível, desumano até. Já houve casos em que se esperou por mais de cinco horas a simples remoção de um corpo”, destacou o parlamentar, lembrando que a instalação de um IML em Cajazeiras foi uma das promessas de campanha do governador Ricardo Coutinho para seu segundo mandato. Jeová lembrou que a permanência de peritos na cidade já atenuou um pouco o problema, mas não é uma solução que atende plenamente as necessidades da população.

De acordo com o secretário Cláudio Lima a reivindicação, apesar de justa,  esbarra na falta de um terreno para construção do IML, na ausência de um projeto para tal edificação e ainda na inexistência de recursos específicos para tal finalidade. “Precisaríamos identificar um terreno, elaborar o projeto e buscar recursos para tal finalidade já que eles inexistem atualmente, mas, antes de tudo isso é preciso uma definição do governador que é a quem compete decidir ou não pela construção do IML em Cajazeiras”, disse o secretário. Segundo Cláudio Lima, a estimativa de custos de uma unidade similar a que foi construída em CG ficaria em torno de R$ 15 milhões, entre construção do prédio e aquisição de equipamentos.

O deputado vai levar o pleito ao governador, identificar junto a prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque a possibilidade da disponibilidade de um terreno e ver de onde pode ser remanejado recursos ou incluído na dotação orçamentária do estado valores que viabilizem a construção deste equipamento. “Vamos nos esforçar para tentar concretizar essa obra que é tão importante para Cajazeiras. Uma coisa eu garanto, não vai me faltar disposição de procurar formas de viabilizá-la”, finalizou Jeová.

ASSESSORIA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *