Depende de nós!


FERNANDO CALDEIRA

A eleição de Denise Oliveira para a Prefeitura de Cajazeiras enche de esperanças toda uma cidade. Senão pelo fato de ser ela esposa do ex-prefeito Carlos Antônio, que certamente lhe prestará importante assessoria executiva, pelos fatos de ser a primeira mulher a dirigir os destinos do município, e de ser do mesmo partido do Governador do Estado. Ora, não é portanto sem motivos as esperanças nela depositadas!

Mas não se imagine que esses ‘prós’ à governabilidade torne simples e fácil a missão restauradora que a cidade espera de Denise. Afinal, não são poucos nem superficiais os problemas que a esperam, como por exemplo: dívida do IPAM, inchaço na folha de pessoal, alto volume de dívidas com fornecedores, pagamento do piso nacional do magistério…, afora delicadas questões políticas que, se não bem administradas, podem criar ainda mais problemas na área administrativa, como a eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal, escolha do secretariado, e por aí vai.

Junta-se a tudo isso a demanda do dia-a-dia de uma cidade viva e ativa como Cajazeiras, a exemplo da realização do carnaval, já às portas, a realização do Xamegão, no meio do ano, e questões como recuperação das estradas vicinais, iluminação e saúde públicas, etc… .

Sinceramente, não é obra de um só, mesmo de uma mulher, a restauração que Cajazeiras quer, merece e precisa! Tal intento começa pela Prefeita eleita, passa por sua equipe de auxiliares, pela Câmara Municipal, e finalmente pela cooperação mais do que nunca necessária de toda sociedade.

Todos juntos, ainda que com lágrimas e ranger de dentes nos primeiros momentos, podemos sonhar com uma Cajazeiras que renasça das cinzas, feito Fênix. Se, ao contrário, prevalecer o separatismo partidário e político com fins eleitoreiros, mais difícil e demorada será essa restauração que a todos fará bem. Depende de nós!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *