Política, Cotidiano, Esportes, Memória & afins

Denise diz que vai anular futuro concurso, fala da eleição da Câmara e anuncia equipe de transição

AM3 – 250×250

A prefeita eleita da cidade de Cajazeiras, Denise Oliveira (PSB), em entrevista prestada a rádio Alto Piranhas nesse domingo (21), disse que a decisão do atual prefeito em anunciar concurso ao apagar das luzes do seu Governo é de causar estranheza, pois, o município passa por um momento de sucateamento, além das inúmeras dívidas que tem.

“O concurso não terá validade, pois deixa um clima de suspeita muito grande no ar. Vamos a justiça para anular”, declarou a socialista.

Denise afirmou, que primeiro deve-se fazer um estudo da real necessidade do município, para que seja convocado o concurso. “Ao fechar das luzes a realização de um concurso nos sugere que querem colocar uma batata quente em nossas mãos”, completou a prefeita eleita.

Segundo Denise, a justificativa de que há uma exigência da justiça na realização do concurso é mais uma desculpa do gestor público, porque a obrigatoriedade sempre existiu, mas ele não cumpriu no início do Governo.

Transição
A socialista informou que já existe definição de nomes para sua equipe de transição de Governo e anunciou os advogados Joaquim Alencar e Sílvio Nogueira, a ex-secretária de Educação, Andréia Braga, o vice-prefeito eleito, Júnior Araújo (PSD) e o ex-prefeito, Carlos Antonio (DEM).

Auditoria
A prefeita eleita revelou que já solicitou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), auditoria nas contas da prefeitura de Cajazeiras, principalmente a prestação de contas de recursos federais, pois, o município não pode perder esses recursos.

Câmara
Denise assegurou que não vai interferir na eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal para o biênio 2013-2014.

 
TATYANA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.