Delegado adverte municípios para uso correto de máquinas doadas pelo MDA


cacamba-pac

O Delegado adjunto do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), no Estado da Paraíba, Antonio Alves esteve em Cajazeiras, oportunidade em que se reuniu com secretários de agricultura dos municípios da região.

O encontro aconteceu no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, com a presença do seu presidente Rildo Soares; o secretário de Desenvolvimento Rural de Cajazeiras, Arcanjo Neto e a presidente da AMASP (Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano) e prefeita do município de Monte Horebe, Cláudia Dias.

Na oportunidade o representante do MDA no Estado alertou aos prefeitos e secretários sobre o uso das máquinas pesadas doadas pelo Governo Federal para ajudar a região do semiárido nordestino, que vem atravessando três anos de invernos irregulares, resultando na falta de pasto para o rebanho e água para o consumo humano. As máquinas, como motoniveladora, retroescavadeira, enchedeira e caçamba foram adquiridas com recursos do PAC e doadas às prefeituras municipais.

Ele disse que os prefeitos assinaram um termo de doação, onde diz que as máquinas devem estar à serviço da agricultura familiar, isto é dos pequenos agricultores e pequenos produtores. O delegado disse que os gestores vão responder por qualquer uso com outros objetivos. De acordo com Antonio Alves, as máquinas podem até fazer um serviço em caso de necessidade, na cidade, agora, isso não pode virar rotina, alertando, por exemplo, para prefeitos que estão utilizando os caminhões-caçamba para retirar o lixo da cidade. “Isso não pode”, reafirmou. Qualquer denúncia deve ser encaminhada para o Ministério pelo telefone 3049-9228 ou por e-mail, de preferência, com fotografias.

Triunfo

Um exemplo de uso indevido das máquinas foi dado pelo ex-prefeito de Triunfo, João Pereira Júnior (João Coragem). Segundo ele as máquinas estão sendo utilizadas no planeamento de terrenos de secretários municipais, para construção de casas para vender e a caçamba para recolher o lixo da cidade. Pessoas sem o devido preparo também utilizam as máquinas, danificando e provocando prejuízos aos cofres públicos. Até para fazer escavações para perfuração de cisternas à administração estaria cobrando dos agricultores. Nossa reportagem tentou um contato com o prefeito pelo telefone, mas não conseguiu. Várias denúncias nesse sentido vêm sendo feitas na região.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *