Delegada consegue autorização para mudar de nome após trocar de sexo


DELEGADA

A delegada que realizou uma cirurgia de mudança de sexo conseguiu, nesta segunda-feira (17), uma autorização para mudar o nome. Antes conhecida como Thiago de Castro Teixeira, ela passará a usar, oficialmente, a nova alcunha de Laura. A sentença do processo corria na 6ª Vara de Família de Goiânia.

Apesar da vitória, Laura ainda está cadastrada oficialmente como Thiago de Castro Teixeira. A operação para mudança de sexo foi realizada na Tailândia.

Depois de ficar cinco meses de licença, Laura voltou a trabalhar no dia 6 de fevereiro, quando assumiu o cargo de delegada plantonista da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) da capital goiana.

Histórico – Policial tido como sério, com atuação firme nas operações de combate à criminalidade promovidas pela Polícia Civil, onde ingressou há cerca de quatro anos, Thiago foi delegado titular das cidades de Trindade e Senador Canedo, ambas na região Metropolitana de Goiânia. Também atuou como coordenador do grupo especial de repressão a narcóticos (Genarc) da cidade de Porangatu, no Norte de Goiás.

Outros detalhes pessoais sobre a vida do policial que vieram a público com a mudança de sexo, dizem respeito ao passado de Thiago, que foi casado e tem dois filhos.

Na Delegacia da Mulher, tradicionalmente, a maior parte dos postos de delegados é ocupada por mulheres, mas algumas vezes já foram ocupados por homens. Na Especializada, homossexuais homens como travestis, não são atendidos. O atendimento é exclusivo para mulheres, entre as quais lésbicas vítimas de violência.

PORTAL CORREIO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *