Delatora revela que Ricardo Coutinho queria mesada mensal de R$ 538 mil

A mesada era fruto da manutenção dos contratos da Cruz Vermelha e IPCEP

TATYANA
AM3 – 250×250

Mais uma vez a ex-secretária Livânia Farias no palco. Agora para contar que o ex-governador Ricardo Coutinho rompeu com o governador João Azevedo por causa de uma mesada mensal de R$ 568 mil que RC receberia de Daniel Gomes, o delator da organização criminosa instalada na Paraíba de 2011 a 2018.

A mesada era fruto da manutenção dos contratos da Cruz Vermelha e IPCEP, que o delator Daniel comandava junto com o ex-governador, conforme investigações no âmbito da Operação Calvário/Juízo Final. João decretou intervenção no Trauma de João Pessoa e Metropolitano e aí acabou a propina.

Revoltado, Ricardo respondeu a decisão do governador com a intervenção no PSB estadual. Ato continuo: veio o rompimento como consequência das duas a atitudes.

COM INFORMAÇÕES DE: BLOG DO MARCONE FERREIRA
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.