Definida programação do Festival de Cinema de Cajazeiras


O Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras – tem como proposta inicial viabilizar a exibição de obras audiovisuais que, dadas as características do mercado audiovisual, é de difícil acesso ao grande público. Com a popularização das mídias digitais e o barateamento de custos de produção audiovisual, o mercado de curtas metragens cresceu de forma notável. Tais obras são produzidas em profusão por escolas de cinema e jovens cineastas, além de ser o formato específico de realizadores veteranos, cuja carreira se consagrou através dos filmes de curta duração. No entanto, tais obras não encontram outros meios de atingir o público, senão através de festivais ou eventos específicos, vindo então a ser exibidas em veículos de mídia digital apenas muito tempo após a sua produção.

O valor cultural do curta metragem é inegável e torna-se cada vez mais evidente no momento em que invade os lares sob o suporte das novas mídias digitais. Sua linguagem específica desafia os padrões pré-estabelecidos pela cultura de massas, promovendo estéticas inusitadas que acabam se tornando tendência no mercado audiovisual a curto e médio prazo.

O investimento em um Festival cujo objetivo é trazer ao público uma vasta seleção deste material é uma aposta na inovação e no pioneirismo. Um estímulo à capacidade crítica e cultural de uma audiência que vem demonstrando grande receptividade às novas linguagens e propostas.

Pelas suas próprias características, o curta metragem não só é uma forma econômica de produção, como tem um enorme potencial de comunicação, favorecido por sua linguagem simples e direta, qualidades altamente valorizadas nos meios de comunicação e na cultura digital dos dias atuais. Sendo um formato de fácil acesso a novos realizadores, costuma ser o meio através do qual se consolidam jovens talentos. O valor econômico deste tipo de produção se torna evidente na medida em que, através dela, tem-se uma porta de entrada para jovens profissionais no mercado audiovisual.

O Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras, assumindo o compromisso de divulgar notáveis obras de cineastas paraibanos e não paraibanos, dará visibilidade e atuará como uma importante vitrine para estes profissionais.

O valor social do Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras – se dá, principalmente, a partir de duas esferas: o caráter educativo, promovido por suas atividades paralelas (no qual se busca a formação continuada dos interessados através de oficinas, workshops e debates) e a democratização do acesso à cultura através da gratuidade de todas as ações promovidas pelo evento. Como parte de uma iniciativa voltada para formação do público jovem, o Cine Açude Grande amplia sua audiência através de parcerias formadas com escolas públicas e privadas da rede de ensino da cidade de Cajazeiras; levando alunos do ensino fundamental e médio a participar de sessões exclusivas, de caráter lúdico e educativo, com conteúdo específico para cada faixa etária.

QUINTA-FEIRA – 24/08/2017

 

MANHÃ

9h Oficina Produção Audiovisual – Ministrante: Marcelo Paes de Carvalho

Local: UFCG

 

9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

TARDE

14h – X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano – – PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO 

 

ARUANDA – Diretor: Linduarte Noronha – DOC-FIC, 21’

CÃO SEDENTO – Diretor: Bruno Sales – FIC., 10’

A CANGA – Diretor: Marcus Vilar – FIC., 12’

OS ROMEIROS DA GUIA – Diretor: João Ramiro Melo e Vladimir Carvalho -DOC., 15’

AMANDA E MONICK – Diretor: André da Costa Pinto  – DOC., 18’

 

Local: Auditório UFCG

 

14h – Mostra Infantil – Buda Lira

 

Imãginações – Diretor: J. França – Fic/6:45’

Estranho Impar – Beto Oliveira – 15’8’’ FIC SP

Vai que é tua Tafarinha – Diretor: George Augusto Fic/AM/ 5′

#apaixonadinho – Alexandre Estevanato – Fic/SP/13’26’’

Local: CAIC

NOITE

19h – Abertura Oficial

19h15 – Apresentação cultural

19h30 Mostra Competitiva Nacional – Marcélia Cartaxo

 

Preto Pobre Puto –Diretor: Diego Tafarel – Doc/DF/14’59

O Guardião – Fernando Menegatti – Fic/RS/19’59

Frequências – Adalberto Oliveira – Fic/PE/19’29

Em Torno do Sol – Diretor: Júlio Castro / Vlamir Cruz – Fic/RN/11’59

 

20h30 – Mostra Competitiva Parahybana – Bertrand Lira

Adiós, Jampa Viega! – Diretor: Virgínia de Oliveira Silva– Doc/PB/14’53

Malha – Diretor: Paulo Roberto – Doc/PB/14’13

Manancial – Diretor: Bruno Soares – Fic/PB/14’13

Sobre uma borboleta e seu casulo – Diretor: R.B. Lima – Fic/PB/7’28

 

21h30 Debate com os realizadores

22h Shows

Banda Conspiração Apocalipse

Local: Açude Grande

SEXTA-FEIRA – 25/08/2017

MANHÃ

9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

9h Oficina Roteiro, noções básicas – Ministrante: Torquato Joel

Local: UFCG

 

TARDE

14h X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano – – PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO

 

UMA FLOR NA VÁRZEA – Diretor: Mislene Santos e Matheus Andrade  – DOC., 20’

TRANSMUTAÇÃO – Diretor: Torquato Joel – DOC., 12′

ILHA – Diretor: Ismael Moura – FIC., 15′

PRAÇA DE GUERRA – Diretor: Edmilson Nunes – DOC.,20’

SOPHIA – Diretor: Kennel Rógis – FIC., 15′

 

LOCAL: UFCG

 

14h – Maquiagem, uma vivência – Ministrante: Williams Muniz

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

14h – Mostra Clandestina Nanego Lira

Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas – Tiago Vieira – Fic/SP/14’59

Deuteronômio 22 – Diretor: Érico Luz – Fic/SP/5’22

Sangria – Diretora: Iasmin Alvarez – Fic/SP/ 15’16”

Entre Os Ombros – Diretora: Carolina Castilho – Fic/SP/19’06

Atrito – Diretor: Diego Lima – Fic/PB/18’35

Hozana nas alturas – Diretor: Eduardo Varandas Fic/PB/17’33

 

Local: UFCG

 

14h Mostra Infanto-Juvenil Buda Lira

Sai da Frente! – Diretor: Artur Bryk – Animação/ SP/2’53’’

Esaú, o catador de histórias – Diretor: André Dias – Animação/CE/9’49’’

O menino do dente de ouro – diretor: Rodrigo Sena FIC/RN 14’41’’

Bem Bonzim – Diretor: Wesley Kayke – 8’ FIC PB

 

LOCAL: ESCOLA MARIA GUIMARÃES COELHO

 

NOITE

19h Apresentação cultural

19h15 Mostra Competitiva Nacional – Marcélia Cartaxo

O Homem Que Não Cabia em Brasília – Gustavo Menezes – Fic/DF/16’33

Fonte Nova – Matheus Vianna – Fic/BA/ 15’

Gigantes da Alegria –Diretor: Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano – Doc/RJ/12’

Capital (1957) – Diretor: Daniel Mata Roque – Doc/RJ/19’58

 

20h15 Mostra Competitiva Parahybana – Bertrand Lira

Cumieira – Diretor: Diego Benevides – Fic/PB/13’38

Contínuo – Diretor: Odécio Antonío – Fic/PB/16’14

Aroeira – Diretor: Ramon Batista – Fic/PB/19’2

Praça de Guerra – Diretor: Ed Junior– Doc/PB/19’

21h00 Debate com os realizadores

22h Shows

Baile Zé do Norte (COLETIVO CULTURAL MARIA FUMAÇA)

Banda Influenza (UFCG)

 

LOCAL: AÇUDE GRANDE

 

SÁBADO – 26/08/2017

MANHÃ

9h Mesa Redonda: Mulher e Cinema – Mediação: Thalyta Lima

Local: UFCG

 

TARDE

14h Oficina: Cinema e Educação – Ministrante: Virgínia Gualberto

Local: UFCG

 

16h Encontro do Fórum Audiovisual Paraibano – Mediação: Kalyne Almeida

Local: Açude Grande

 

NOITE

19h Lançamento do livro Cinema Noir – Bertrand Lira

19h20 Mostra Feminina Soia Lira

Andante, Allegro e Vivace – Diretora: Anderlúcia Caldas – Doc/PB/19’58

Cheiro de Melancia – Diretora: Maria Cardozo Fic/PB/16’07

Feliz Ano Novo – Diretora: Mônica Donatelli – Fic/SP/17’10

 

20h30 Debate com as realizadoras

21h30 Mostra Piolim (homenagem especial)

22h30 Debate com os homenageados e homenageadas

22h30 Shows

Coco de Dona Zefinha

Sandra Bele

LOCAL: AÇUDE GRANDE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *