De candidato ao título a concorrente à segunda divisão


COM PASSAGENS PELA SELEÇÃO BRASILEIRA, ZAGUEIRO FÁBIO BILICA NÃO EMPLACOU NO ATLÉTICO (FOTO: DIVULGAÇÃO / ATLÉTICO DE CAJAZEIRAS)

2018 se apressava em anunciar mais um ano muito forte em termos de competição do campeonato paraibano para o Atlético Cajazeirense de Desportos. Os irmãos Lira: Harley, Neguim e Lira, fizeram com que mais uma vez que o Trovão Azul do Sertão, fosse cantado em verso e prosa pelos seus atletas e membros da comissão técnica, bem como todos aqueles que estão a conhecer o clube, que nada temos a dever a Botafogo, Treze e Campinense, os “grandes” do nosso futebol, em termos de estrutura, inclua-se: casa sede moradia, alimentação, transportes, fisioterapia, matériais e outras coisas mais tão fundamentais ao rendimento dos seus jogadores.

Entretanto, nos esquecemos do principal, à formação do nosso grupo de atletas para vestir a gloriosa camisa azul e branca que neste ano está a completar 70 anos de sua fundação desde 1948. Trouxemos grande parte dos jogadores da temporada passada, mas, apesar de alguns terem tido excelente participação em 2017, este ano, foram simplesmente medíocres em campo e são eles os responsáveis pela bisonha campanha que o Atlético até então, realiza na presente temporada.

[ads1]

 

Mesmo não sendo fã do treinador, pois já passou por aqui e não fez um bom trabalho, a chegada de Adelmo Soares nos acendia uma esperança, mas, ela, ficou no caminho, o empate contra o Campinense em um jogo praticamente ganho, a derrota para o Sousa e novamente empate contra o Auto Esporte, essa mais sofrida, pois, praticamente coloca o clube na luta para não ser rebaixado, tem culpa a ser creditada ao comandante, isso, na visão de quem acompanhou os jogos acima citados. Quem manda é ele? Claro que sim, mas, tirar Cleitinho e teimar com Renatinho que está visivelmente fora de forma é demais.

Mas, tudo isso faz parte das péssimas notícias que se teima em repetir nas quatro linhas do Trovão. A realidade infelizmente é essa, foi feito um belo investimento, um tremendo esforço dos Liras, que não foi traduzido em campo em rendimento e resultados.

Tem mais, com esse grupo que tem o Atlético, ele é um candidato em potencial ao rebaixamento, afinal de contas, já ficou mais que comprovada a péssima qualidade técnica dos nossos jogadores, com mais um detalhe, grande parte destes, está “se arrastando em campo”.

Enquanto vida esperança, verdade, assim, acreditando nesse velho ditado popular, vamos esperar que o treinador seja iluminado tanto nas escalações como também nas substituições, que os reforços anunciados possam se encaixar, essa é a nossa esperança da fuga da segunda divisão.

[ads2]

 

FPF divulga novas datas – A Federação Paraibana de Futebol divulgou na tarde da terça feira 27, as datas das próximas fases do Campeonato Paraibano: o quadrangular que apontará os rebaixados para a segunda divisão em 2019, a repescagem para as semifinais, as semifinais e as finais. O mata-mata e o quadrangular que apontará os rebaixados começam no dia 7 de março, o campeão vai ser conhecido no dia 8 de abril. A primeira fase se encerra neste domingo 3 de março. Assim, serão conhecidos os seis times que seguem na briga pelo título do campeonato e os quatro clubes que vão lutar contra o rebaixamento.

Reforços – Hoje, sexta feira 02, será um dia de fundamental importância para o Atlético Cajazeirense de Desportos. Fecha às 18 horas as regularizações de jogadores para o restante do campeonato paraibano. Convictos que o atual grupo de atletas levará com certeza o Trovão para o rebaixamento, a direção atleticana corre para regularizar alguns jogadores que estão em Cajazeiras e são tidos como reforços para tentar levar o time a vitórias neste outro campeonato que chega como o maior desafio do nosso representante nesta temporada. O torcedor está na expectativa de vê-los em campo o mais rápido possível para que possamos lutar contra a degola.

BOLA DENTRO – Para o presidente da FPF, que conseguiu parceria com a Caixa para apoio ao futebol paraibano. Que estes recursos possam ser bem aproveitados pelos clubes do nosso futebol. Amadeu merece a NOTA 10!

BOLA FORA – Para a decepção causada pelos jogadores e comissão técnica do Atlético aos dirigentes, torcedores, cajazeirenses e cajazeirados, nesta temporada dos seus 70 anos de fundação. Tamanha frustração merece a NOTA 0!

[ads2]

 

REUDESMAN LOPES É PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESCRITOR

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *