Dados da violência contra a mulher em Cajazeiras são preocupantes

Para ajudar no combate a essa violência, o município conta também com o CRAM

PROFESSORA LAURECY PENAFORTE

Um levantamento feito pelos juizados de violência doméstica contra a mulher de João Pessoa e Campina Grande foi apresentado ao presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) com números obtidos durante a 8ª etapa da campanha “Justiça Pela Paz em Casa”, que movimentou 1.728 processos referentes a violência doméstica em 30 comarcas do Estado.

De acordo com o levantamento, as comarcas de Cajazeiras e Sousa registraram um número elevado de processos relativos à violência contra a mulher. Esses dados preocupam a secretária executiva de Políticas Públicas para as Mulheres de Cajazeiras.

“A violência contra a mulher é um fenômeno que ocorre no mundo inteiro e nós estamos em uma conjuntura que está propícia a isso na medida em que nós perdemos algumas conquistas importantes durante os 13 anos dos governos Lula e Dilma; isso de certa forma contribui. É preocupante quando a gente vê autoridade achar que o estupro é uma coisa normal”, declarou Laurecy Penaforte.

Para ajudar no combate a essa violência, o município conta também com o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), que de janeiro a agosto deste ano já tirou mais de 100 mulheres da linha de risco de morte, de acordo com Laurecy.

“Os dados que o CRAM apresenta são estarrecedores. Eu estou altamente preocupada. Temos conversado com as autoridades do judiciário, com a delegada, porque é necessária a gente fazer um trabalho ainda mais eficaz”, alerta a secretária.

As autoridades ligadas à defesa de políticas públicas para as mulheres em Cajazeiras firmaram uma parceria entre o município e o governo do Estado para colocar em prática uma rede de atendimento envolvendo secretarias municipais, estaduais e a segurança pública.

“A gente clama para essas mulheres porque elas precisam entender que elas têm políticas públicas em Cajazeiras, têm movimento feminista, entidades parceiras. Em Cajazeiras essa questão está sendo muito bem tratada, isso está sendo combatido”, reforça Laurecy.

A sede da Secretaria Executiva de Politicas Públicas para as Mulheres fica localizada na Rua Barão do Rio Branco, nº 644, Centro de Cajazeiras. O telefone para contato é (83) 99602-5786.

COM INFORMAÇÕES DO DIÁRIO DO SERTÃO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *