CPI aponta que rombo no Instituto de Previdência de Cajazeiras ultrapassa R$ 90 milhões


A Câmara Municipal de Cajazeiras, através da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), concluiu na terça-feira (9), os trabalhos que investigaram a causa da milionária dívida do Instituto de Previdência e Assistência Social do Município (Ipam), que, segundo informações, ultrapassa o valor de R$ 90 milhões.

O relator Rivelino Martins (PSB) lamentou a situação do Instituto e em sua exposição na tribuna da Casa Otacílio Jurema disse que a CPI do Ipam relata os descasos e não cumprimentos dos ex-gestores e do atual prefeito José Aldemir (PP). Segundo ele, a documentação sobre os dados, valores, negociações, estatísticas e outros serão entregues agora ao Tribunal de Contas da Paraíba.

Membro titular da CPI, o vereador Jucinério Félix (PPS), assegurou que os aposentados terão que se preocupar, sim, com o futuro, já que a situação financeira é horrível. “O Ipam está quebrado e até agora ninguém foi responsabilizado. Vergonha para nossa cidade. Tenho pena dos servidores públicos que estão aposentados e que irão se aposentar mais na frente. Temos que dar um basta e solucionar esse impasse,” disse.

O presidente da Comissão, o vereador Eriberto Maciel (PP), disse que os membros da CPI não tiveram muitas condições de trabalho. “Faltou mais apoio da Mesa Diretora. Encontramos limitações, mas vamos encaminhar o que foi levantado,” finalizou.

COM INFORMAÇÕES DO RESENHA POLITIKA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *