Cor amarelada da água é atribuída ao minério de ferro presente no solo dos rios


Muitas famílias cajazeirenses têm percebido, nos últimos dias, a cor amarelada da água fornecida pela Cagepa em algumas regiões da cidade, com maior incidência no bairro das Casas Populares, que recebe água via Açude Lagoa do Arroz.

Diante da constatação, a companhia esclarece que não há comprometimento na qualidade da água, podendo ser consumida normalmente, já que a composição está dentro dos parâmetros recomendados pelo Ministério da Saúde.

O gerente da Cagepa na Regional do Alto Piranhas, Cleudismar Alexandre, informou que a Cagepa está realizando algumas mudanças no tratamento da água, visando garantir o aspecto incolor e insípido, características da água fornecida na região, alterada, em parte, por conta do excesso de chuvas nos afluentes do Açude Lagoa do Arroz, principalmente o Rio São José.

“O tom amarelado e o odor da água são causados pelo ‘arrastão’ de ferro e material orgânico devido às últimas chuvas”, disse o gerente.

Ele detalha que esses componentes reagem ao volume de cloro e à agitação normal da rede até as residências. Mesmo a composição da água não fazendo mal, Cleudismar diz que está havendo mudanças no tratamento para manter o aspecto costumeiro percebido pelos consumidores e estima que até meados de junho o problema terá fim.

O químico Alberto Magno explicou que, diante da preocupação dos usuários, as equipes da Cagepa estão fazendo algumas descargas, que consiste em retirar a água amarelada da rede. No entanto, como há água nas redes e também nos reservatório residenciais, alguns continuam recebendo a água com a coloração diferente.

Apesar das soluções adotadas pela Cagepa, Cleudismar adverte que o grande volume de chuva pode gerar situações imprevisíveis. No entanto, reitera que a empresa está tomando todas as medidas para evitar transtornos aos consumidores e para reduzir eventuais problemas causados por novas chuvas.

COM INFORMAÇÕES DO GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *