Cia. Boca de Cena traz oficina de patrimônio e teatro de bonecos a Cajazeiras


A Cia Boca de Cena, de João Pessoa, estará em Cajazeiras no sábado (7) com a Caravana Patrimônio Nosso. Durante o dia, de 8h30 às 11h30 e de 13h às 15h30, será ministrado um minicurso patrimonial na sede da Secretaria de Cultura e Turismo do município, no Casarão da Epifânio Sobreira. À noite, a partir das 19h30, haverá espetáculo teatral da Cia “Tem boi no algodão”, aberto ao público, na quadra ao lado do Casarão. Os eventos têm parceria com o Iphaep e a Prefeitura Municipal de Cajazeiras, através da Secretaria de Cultura e Turismo.

A Cia Boca de Cena é uma entidade civil de direito privado que há 21anos desenvolve na Paraíba, um trabalho de pesquisa, documentação e fomento ao teatro de bonecos popular do nordeste. Uma manifestação cultural que recebeu pelo Iphan no ano de 2015 o título de Patrimônio Imaterial do Brasil.

Esta Cia destaca-se por seu trabalho pioneiro na proteção deste Bem, sendo referência nacional em projetos de salvaguarda no campo patrimonial. Em sua trajetória vários projetos foram desenvolvidos, levando a população apresentações de espetáculos, oficinas de educação patrimonial, oficinas de elaboração de projetos culturais, circulação e rodas de conversas com mestres bonequeiros, produção de artigos acadêmicos, exposição de bonecos populares, II Encontro de Brincantes de Babau da Paraíba etc.

Experiências que proporcionou a toda equipe inúmeras reflexões, sobretudo, em relação às dificuldades de manutenção dos patrimônios e as consequências da falta de ações nesse campo de trabalho.

“A partir desse momento tomamos à iniciativa de propor ao IPHAEP o principal Órgão ligado a preservação dos patrimônios estaduais, uma parceria para realizar a Caravana Patrimônio Nosso” explica Artur Leonardo, da Cia Boca de Cena.

Segundo ele, o objetivo é realizar junto com o IPHAEP a Caravana Patrimônio Nosso, em 13 municípios da Paraíba, trabalhando na capacitação e sensibilização de professores e gestores públicos sobre a importância e a responsabilidade de todos em manter, proteger e fomentar a continuidade dos Bens culturais do estado para as futuras gerações. Apresentando também, um Patrimônio Cultural Imaterial em atividade através do teatro de bonecos popular.

Cada cidade a ser visitada receberá um Minicurso de Educação Patrimonial sobre preservação e manutenção de Bens Culturais, uma apresentação pública de Teatro de Bonecos Popular, como demonstração prática de um Bem em atuação na comunidade, além da exposição Mestres e Brincantes de Babau da Paraíba, que mostra através de banners quem são os mestres bonequeiros da Paraíba, suas localizações, formas de aprendizagem e bonecos.

O espetáculo “Tem boi no algodão” é mais uma bela montagem inspirada na cultura nordestina. O público é convidado a apreciar o encontro harmonioso entre o babau, o forró e o coco de roda, apresentados em um espetáculo divertido que conta as aventuras do negro Benedito e seu boi ensinado, nas terras do Capitão João Redondo. Nesta história o dono da fazenda de algodão, rico, poderoso e cheio de preconceitos, acaba sendo ludibriado por seu vaqueiro, o astuto Benedito, que rouba o coração de sua filha Rosinha. O plano de fundo dessa trama conta com uma riqueza natural característica de nosso Estado, que se tornou um símbolo cultural e artístico do povo paraibano – o algodão colorido. O mestre de cerimônias do espetáculo é “O Coelho Banzé”, que com sua irreverência e carisma, conduz o público através do maravilhoso mundo do Teatro de Animação.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *