Categorias
CAJAZEIRAS ENTRETENIMENTO

Faz sucesso a participação de artistas de Cajazeiras na novela Velho Chico, da Rede Globo

vel-04

Cajazeiras e Bom Jesus praticamente pararam, na noite desta segunda-feira (11), para acompanhar as participações dos artistas Duda Moreira e Ubiratan de Assis, na novela Velho Chico, da Rede Globo de Televisão. Bira no papel do deputado Plínio, contracenou em meio a monstros da TV brasileira como Antônio Fagundes, Cristiani Torloni e Marcelo Serrado, dentre outros, num belo desempenho, digno de grandes nomes da dramaturgia.

vel-01

Duda Moreira, por sua vez, era a esposa do coronel Silas e, no mesmo núcleo de Bira, interpretou uma das três “fuxiqueiras” da festa, que comentavam o tempo todo a vida do coronel Afrânio (Saruê), noutro bom desempenho.

A novela estreou sua segunda fase e, a partir de agora, se passa na década de 1980, com novos atores e capítulos que prometem contagiar, cada vez mais, os telespectadores, conseguindo altos índices de audiência no horário.

A expectativa fica agora para a estreia de Marcélia Cartaxo, a terceira dos três cajazeirenses a participar da telenovela.

COM INFORMAÇÕES DO BLOG DO FURÃO
Categorias
ENTRETENIMENTO

Grupo APX se apresenta em Cajazeiras na volta do projeto Palco IFPB

TrioAPX2

O Palco IFPB: Artes, Diálogos e Oficinas, está de volta. Dessa vez o projeto trará o Trio APX, formado por renomados instrumentistas, produtores e compositores paraibanos. A realização é uma parceira entre o Núcleo de Comunicação, Cultura e Artes NUCCA-IFPB e Centro Cultural BNB-Sousa. O Grupo se apresentará no auditório do Campus Cajazeiras, a partir das 10h da manhã e a entrada é gratuita.

De acordo com o professor de música e idealizador do Palco IFPB, George Glauber Félix Severo, a vinda do grupo será de grande importância para que a comunidade do IFPB Campus Cajazeiras a população local, de modo geral, possam beber numa rica fonte da música paraibana.

“Os membros do APX possuem larga experiência musical e trilham independentemente por diversas estéticas e frentes musicais desde a música sinfônica, de Câmara ao rock mas todos eles possuem uma forte presença no cenário autoral paraibano esse tipo de evento é essencial para a formação cultural e humana de modo geral da comunidade acadêmica do IFPB é justamente por isso que se justifica uma ação como a do Palco IFPB,  por trabalhar entre outras coisas com a formação de novas plateias artísticas”, contou Glauber.

O objetivo do Palco IFPB é disseminar a arte através de apresentações, oficinas e debates. A intenção é que alunos, servidores do IFPB e a comunidade em geral possam conhecer o trabalho de artistas de todo o estado e interagir com as atrações. O projeto vem sendo executado desde 2014.

Sobre o Grupo APX- Formado em meados de 2015, pelos músicos, compositores, produtores e artistas paraibanos Alex Madureira, Paulinho Ditarso e Xisto Medeiros, com a intenção de criar e executar um repertório musical inteiramente autoral e baseado nos ritmos tipicamente paraibanos. O grupo traz um pouco da experiência, paixão e amor pela música de cada um dos seus componentes. Com formação orgânica, acústica e eletrônica, a guitarra pulsante de Alex Madureira; os simples, o pandeiro e o violão de Paulinho Ditarso; e os contrabaixos acústico e elétrico de Xisto Medeiros, o APX propõe uma viagem ao desconhecido, uma experiência com o novo, onde a música é soberana acima dos modismos e das tendências de mercado. (Adaptado do texto publicado em http://paraiba.pb.gov.br/projeto-cambada-apresenta-shows-de-wister-e-trio-apx-no-espaco-cultural )

LIDIANE MARIA – JORNALISTA DO IFPB/CAMPUS CAJAZEIRAS
Categorias
ENTRETENIMENTO

Artistas de Cajazeiras vão atuar na novela Velho Chico, da Rede Globo

atores-velho-chico

A novela da Rede Globo de Televisão “Velho Chico”, que possui alguns paraibanos atuando contará com três atores cajazeirenses participando da telenovela criada por Benedito Ruy Barbosa e escrita por Edmara Barbosa e Bruno Luperi Barbosa.

Depois das atrizes cajazeirenses Marcélia Cartaxo, que já atuou em outras novelas da Globo e que fará Zefa, na novela global; Duda Moreira, também cajazeirense, fará a esposa de um Coronel.

O ator cajazeirense Ubiratan de Assis também estará na telenovela, cujas histórias acontecem nas margens do Rio São Francisco e retrata a rixa entre famílias de “coronéis”, disputa por terras e paixões proibidas entre jovens de famílias rivais. O ator principal da superprodução da Globo é Rodrigo Santoro.

Bira de Assis conhecido pelo amor por Cajazeiras, participa todo ano do carnaval da terra do Padre Rolim d apresenta o programa “Prosa e Poesia” pela TV Diário do Sertão.

Na novela, Ubiratan fará o papel de um político e deverá aparecer na telinha da Globo, no capítulo 25. Para isso, desde o dia 28 de março está no Rio de Janeiro gravando sua participação.

O detalhe é que Ubiratan conhecido pela sua barba e cabelo grande teve que mudar de visual e certamente aparecerá na telinha um pouco diferente.

Ambientada no Nordeste brasileiro, as cenas iniciais foram gravadas em locações como Baraúna, no Rio Grande do Norte; além do distrito de Povoado Caboclo e Olho d’Água do Casado em Alagoas.

Na Bahia, um casarão da Ilha de Cajaíba, em São Francisco do Conde, o município de Cachoeira e o Raso da Catarina foram usados como locações.

No total, cerca de 562 cenas foram gravadas nas locações nordestinas, em que cerca de 60 a 70% do elenco é formado por atores da região.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS
Categorias
ENTRETENIMENTO VÍDEOS

O sanfoneiro Chico Amaro no Bar da Cajarana, no sítio Cocos

[dropcap style=’box’]A[/dropcap]presentação do cantor e sanfoneiro Chico Amaro no Bar da Cajarana, no sítio Cocos, em Cajazeiras (PB), em 2013, em vídeo produzido pelo Sítio Barra TV.

Categorias
ENTRETENIMENTO PARAÍBA

Escritor cajazeirense lançará livro sobre Augusto dos Anjos em João Pessoa

Luiz-Carlos-15-567x410

Será lançada, na noite da próxima sexta-feira (01), a segunda edição de “EU, Singularíssima Pessoa”, do psiquiatra e escritor Luiz Carlos Albuquerque.

Através dos versos de Augusto dos Anjos, a obra busca entender a personalidade inquieta do poeta paraibano que, apesar de ter publicado apenas um único livro (EU), permanece entre os mais lidos e estudados autores da literatura brasileira.

O evento tem início às 20h, no auditório do Conselho Regional de Medicina da Paraíba, em João Pessoa.

A primeira edição de “EU, Singularíssima Pessoa” foi lançada em 1993 após um intenso trabalho de pesquisa de Luiz Carlos Albuquerque para um estudo, inicialmente, restrito ao âmbito da Psiquiatria.

“Entrevistei fantasmas, visitei túmulos, revolvi baús. Andei a cata de livros, artigos, depoimentos, recortes e registros, importunando vivos e mortos”, diz sobre o processo de construção do livro.

Na obra, o autor passeia pela poesia de Augusto dos Anjos e depoimentos de amigos para descrever desde a fisionomia aparentemente frágil do poeta até seus distúrbios mentais e desejo por morte.

“Como que havia na ânsia de conforto / De cada ser, ex.: o homem e o ofídio, / Uma necessidade de suicídio / E um desejo incoercível de ser morto”, trecho da poesia Os Doentes.

“EU, Singularíssima Pessoa” toma emprestado não só o título do único livro publicado por Augusto dos Anjos, mas também um trecho do verso das primeiras linhas do soneto “Budismo Moderno”.

JAN_0325

Nas páginas, Luiz Carlos Albuquerque trata da relação entre genialidade e loucura que tanto intriga e desperta a curiosidade de leitores e especialistas.

“Uma noite, vi Luiz Gustavo, de 15 anos, brincando com nosso cãozinho, um irrequieto ‘cocker spaniel’. Este, de repente, pareceu ficar pasmo, momentaneamente quieto e pensativo enquanto meu filho recitava trechos de ‘Versos a um cão’. Percebi que não havia gasto em vão tempo e empenho”, comenta na introdução do livro.

SOBRE O AUTOR

O psiquiatra e escritor Luiz Carlos Albuquerque estudou no Colégio Americano Batista do Recife e na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco. Atualmente, é também vice-presidente da Sociedade Pernambucana de Psiquiatria.

É autor ainda de “Na força da lua” (contos), de 2001; “Batra, o Sapo”, de 2011 e “As aventuras do Urubill”, também de 2011. Adotado em escolas do Recife, “A Guerra dos Bichos” antecede a todos esses e já está em sua 10ª edição com tiragem superior a 50 mil exemplares.

Com prefácio do professor Othon Bastos e apresentação de Arthur Carvalho, o livro “EU, Singularíssima Pessoa” é publicado pelas Edições Bagaço. O lançamento em João Pessoa é uma parceria com a Academia Paraibana de Medicina e acontece no auditório do Conselho Regional de Medicina da Paraíba localizado na Avenida Dom Pedro II, nº 1335 – bairro da Torre. O evento tem início às 20h.

Serviço:

  • Lançamento de “EU, Singularíssima Pessoa” (2ª edição)
  • Sexta-feira (01), às 20h
  • Conselho Regional de Medicina da Paraíba
  • (Avenida Dom Pedro II, nº 1335 – Torre)
ASCOM