“Carlos Rafael não fez acusações contra autoridades”, diz advogado João de Deus Filho



O advogado da Coligação “Cajazeiras de Mãos Limpas”, João de Deus Quirino Filho, negou, na noite dessa quarta-feira (03), que o prefeito e candidato à reeleição Carlos Rafael Medeiros de Souza tenha feito qualquer tipo de acusação grave contra autoridades do Judiciário e da Polícia Militar.

“Fomos surpreendidos com as declarações do Tenente Coronel José Ronildo de que estaria processando o prefeito por este ter acusado a Polícia, juízes e o Governo do Estado de formarem uma quadrilha. Que absurdo! O prefeito nunca fez tal acusação. Onde foi feita essa acusação? Onde está a acusação?”, indagou o advogado, lamentando profundamente o que está sendo veiculado contra o prefeito.

João de Deus afirmou que na tarde da quarta-feira (03), a Coligação “Cajazeiras de Mãos Limpas” fez a entrega do áudio e respectiva degravação ao Delegado Paulo Henrique Lima da Polícia Federal, que atua no pleito em Cajazeiras, onde contém o discurso do prefeito e candidato à reeleição Carlos Rafael Medeiros de Souza no último evento, dia 28/09, na rua Santo Antônio e nada tem de ofensivo, pois, há um interesse maior da própria Assessoria Jurídica da Coligação de esclarecer a inverídica acusação que ora é feita ao atual Prefeito de Cajazeiras.

Além disso, a Coligação “Cajazeiras de Mãos Limpas”, através do advogado Hugo Moreira Feitosa, na manhã da quarta-feira (03), disponibilizou à Juíza da 68ª Zona, Dra Silvana Carvalho, o mesmo áudio do último evento, dia 28/09, provando inexistir qualquer acusação contra autoridades do Judiciário e da Polícia Militar.

Por fim, o advogado da Coligação “Cajazeiras de Mãos Limpas” vai conversar com o comandante da PM em Cajazeiras e com qualquer outra autoridade militar ou judiciária, para saber de onde partiu tal informação. “Neste momento de acirramento da disputa política, é preciso que todos atuem com muita cautela e sensatez porque tem gente tentando tumultuar a situação e criar um clima de hostilidade entre candidatos e autoridades constituídas, o que não é bom para o processo democrático”, disse.

ASSESSORIA
 

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *