Câmara de Cajazeiras aprova Moção de Aplausos pelo primeiro ano da Arribaçã Editora


Comemorando o seu primeiro ano de atividades, a Arribaçã Editora, criada em setembro de 2018 pelos poetas e jornalistas Linaldo Guedes e Lenilson Oliveira, recebeu Moção de Aplausos por parte da Câmara Municipal de Cajazeiras, a partir de requerimento do vereador Alysson Américo de Oliveira (Aysson Voz e Violão), integrante da bancada de cultura da Casa Otacílio Jurema.

No seu requerimento, subscrito pelos vereadores Kleber Gonçalves de Lima e Francisco Neto Damascena, Alysson Américo de Oliveira (foto) destacou que a Arribaçã é nascida e sediada em Cajazeiras e que, neste primeiro ano de atuação, já tem publicados sete livros, entre autores da própria cidade e de outros centros, como João Pessoa, Sousa, Campina Grande e Brasília.

A Moção de Aplausos foi aprovada na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 09, por unanimidade pelos 15 integrantes do poder legislativo cajazeirense que, com esse gesto, reconhece o empreendimento como de grande importância para Cajazeiras e região, sobretudo no incentivo à produção literária e à leitura.

Para os fundadores e editores da Arribaçã, o momento é de agradecimento a todos os vereadores pelo reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido, em especial a Alysson Voz e Violão, pela apresentação do requerimento.

“O poder legislativo municipal, com esta Moção de Aplausos, só vem nos encorajar a continuar trabalhando, tornando reais os sonhos dos autores, com livros produzidos com toda a qualidade, normas técnicas e cuidados necessários a qualquer publicação”, disse Lenilson Oliveira, salientando que, além dos sete títulos já publicados de setembro de 2018 até agora, pelo menos mais três trabalhos estão sendo finalizados e outros estão para entrar no processo de pré-produção.

Segundo Linaldo Guedes, “estamos sempre recebendo originais e propostas de publicação de autores de várias partes do país pelo nosso email, dos mais variados gêneros, como poesia, romance, biografia, crônica, infantil”.

“Isso é uma demonstração de aceitação e credibilidade do nosso trabalho, desde o início, levando o nome de Cajazeiras todos os lugares, agora também como sede de uma editora em pleno alto paraibano”, ressaltou Guedes.

ASSESSORIA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *