Cajazeiras e municípios da região têm grande incidência de raios


Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE) apontam que de janeiro até 25 de fevereiro foram registrados 33.790 raios nuvem-solo em todo o estado da Paraíba. Um número bastante expressivo se levarmos em consideração que de janeiro a dezembro do ano passado foram registrados 493 mil raios nuvem-solo em todo o Estado.

O maior número de ocorrências de queda de raios na Paraíba é no município de Sousa, seguido das cidades Bom Jesus, São Domingos de Pombal, Santa Helena, Carrapateira, São José da Lagoa Tapada, São Francisco, Cajazeiras, Poço de José de Moura e Aguiar. De acordo com o INPE, a cada 50 mortes por raios no mundo, uma é no Brasil, o país campeão mundial em incidência do fenômeno. São cerca de 110 mortes, mais de 200 feridos por ano e prejuízos anuais da ordem de um bilhão de reais no país. 80% das circunstâncias em que acontecem mortes por raios podem ser evitadas se as pessoas souberem como se proteger.

Levantamento da Gerência Operacional de Resposta Rápida da Secretaria Estadual de Saúde consta que de 2000 até fevereiro de 2015 foram contabilizadas quatro mortes de pessoas atingidas por raios. O último registro de morte por queda de raio foi no município de São José de Piranhas, onde Ricardo Dias Cavalcanti, de 22 anos, foi atingido por um raio e não resistiu às várias queimaduras pelo corpo, vindo a óbito.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *