Boqueirão de Piranhas está com apenas 8% de sua capacidade


tecnicos visitam boqueirao3

O açude de Engenheiro Ávidos (Boqueirão de Piranhas), que tem capacidade para 255 milhões de metros cúbicos de água está hoje com apenas 20 milhões 497 mil metros cúbicos, que representa apenas 8% de sua capacidade total.

A situação é muito preocupante principalmente levando-se em consideração as declarações recentes do climatologista e estudioso do assunto, o cientista Luiz Carlos Mollion, da Universidade Federal de Alagoas, que disse que 2006 será pior do que este ano, com o registro de um volume pequeno de chuvas, não chegando a 400 milímetros, em função do fenômeno “El Niño”, que está com muita força no Oceano Pacífico e que impede a ocorrências de chuvas no semiárido nordestino.

A população de Cajazeiras enfrenta um forte racionamento de água no momento, sendo liberado apenas 120 litros por segundo pela CAGEPA para abastecer a população.

Os mais prejudicados têm sido os que moram nas partes mais altas da cidade. Nesse período de secas seguidas na região a produção agrícola por meio de irrigação nas margens dos rios Piranhas e do Peixe, deixou de existir, fazendo com que os produtores amargassem um enorme prejuízo, principalmente os instalados no Perímetro Irrigado de São Gonçalo.

O açude de Boqueirão perdeu no mês de setembro 1 milhão 169 mil metros cúbicos de água em decorrência da evaporação e do consumo da população de Cajazeiras. Mês passado essa perda foi de 1 milhão e 300 mil metros cúbicos de água. Em dois meses, a perda foi de 2 milhões 469 mil metros cúbicos de água.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *