Memórias do Açude Grande

Read More

As festas dos cachorros

Read More

A alegria se chama Fátima

Read More

Entre minguados gestos verdadeiros de paz e fartas manifestações artificiais de felicidade e prosperidade vivemos mais um Natal. Muitos submergirão no falso brilho dos presentes, inebriados pela alegria instantânea de encontros fortuitos e lautas ceias, enquanto largado em alguma manjedoura um menino anuncia ao mundo a boa nova da verdade, da justiça e da fraternidade …

0 109

A conjuntura política brasileira, nos últimos tempos, tem produzido cenas que causariam inveja ao mais bem urdido enredo surreal ou a qualquer trama do realismo fantástico. As cenas dantescas, customizadas nos fantasiosos laboratórios da mídia, ganham as telas televisivas como verdades absolutas e irrefutáveis e vão escancarando arrogância, prepotência, abuso de poder, manipulação. Tudo com …

0 117

Nasci com a revolução cubana. Quando vim ao mundo, em três de agosto de 1959, os camaradas liderados por Fidel Castro e Ernesto Che Guevara desciam a Sierra Mestra e depunha Fulgêncio Batista. Um ditador que transforma a ilha cubana em prostíbulo e quintal dos americanos. Cresci ouvindo as mentiras sobre a ilha. Em plena …

1 113

O peso das palavras. Essa expressão comecei a escutar na mais tenra infância quando meus pais nos repreendiam e advertiam dos estragos e das danosas conseqüências que uma palavra mal colocada pode ocasionar na vida e na imagem de uma pessoa. As palavras deviam ser utilizadas com parcimônia e comedimento, preceituavam os conselhos paternos. Dessa …

0 113

Na época do meu nascimento o então Distrito de Cachoeira dos Índios, por todos chamados de Catingueira, pertencia ao município de Cajazeiras. Era uma segunda-feira, dia 03 de agosto de 1959. Meu pai, Seu Raimundo Moura, ensacava e pesava algodão na balança de braço disposta no terreiro da casa de Impueiras. No pequeno quarto de …

0 111