Política, Cotidiano, Esportes, Memória & afins

Atlético de Cajazeiras planejava retomar as atividades, mas volta atrás e mantém isolamento

AM3 – 250×250

Em meio ao debate sobre a viabilidade ou não de se retomar o futebol no Brasil apesar da pandemia do novo coronavírus, o Atlético de Cajazeiras parecia ser o clube paraibano mais disposto a voltar, aos poucos, à normalidade. Nos planos do Trovão Azul, estava a reapresentação do elenco já nesta terça-feira. Mas, diante da decisão do Governo da Paraíba, de prorrogar o isolamento social até o dia 18 de maio, a diretoria atleticana recuou, manteve a paralisação das suas atividades e agora aguarda novos posicionamentos oficiais das autoridades do estado.

Quem falou sobre o assunto com o GloboEsporte.com foi o diretor de futebol do Atlético-PB, Alysson Lira. O dirigente explicou que tudo já estava devidamente programado para que os jogadores retomassem aos poucos as atividades com os profissionais da comissão técnica do clube, mas que, seguindo as recomendações do Governo do Estado, esse planejamento foi revisto.

– Vamos aguardar mais um pouco. Se depois do dia 18 o prazo for estendido mais uma vez, a diretoria irá se reunir para discutir quais medidas serão tomadas – explicou Alysson Lira.

A nova prorrogação do prazo de isolamento social na Paraíba foi anunciada na última sexta-feira (1º de maio), pelo governador João Azevêdo (Cidadania), e entrou em vigor no sábado. A manutenção das medidas necessárias para o cumprimento do distanciamento social faz com que vários setores da sociedade, incluindo os centros esportivos, permaneçam inativos.

Com a reapresentação suspensa – pelo menos até o próximo dia 18 -, os jogadores do Atlético-PB seguem treinando sozinhos, em casa, a partir de orientações do clube, enquanto a diretoria se replaneja nos bastidores. A principal frente desse trabalho dos dirigentes é a manutenção das peças mais importantes do elenco e da sua comissão técnica visando um possível retorno do Campeonato Paraibano e também a realização da Série D do Campeonato Brasileiro, muito embora não haja ainda qualquer confirmação sobre a realização dos jogos dessas competições.

Alysson Lira explicou que uma das prioridades da diretoria atleticana é manter o técnico Ederson Araújo no cargo, para que ele lidere a campanha do time na Série D. Mas a incerteza sobre se ou quando a competição nacional vai ser realizada deixa tudo em aberto. O mesmo acontece com o Campeonato Paraibano, que foi paralisado restando ainda duas rodadas da primeira fase e com o Atlético-PB liderando o Grupo A e com a classificação às semifinais bem encaminhada.

O diretor de futebol do Trovão Azul também garantiu que boa parte do elenco está mantida, mas revelou a perda recente do volante Ferreira, que teve seu contrato encerrado na semana passada.

– A ideia é manter Ederson Araújo, sua comissão técnica e o time titular para a disputa da Série D. Até o momento, a única perda (do time titular) foi o volante Ferreira. O jogador estava aqui emprestado pelo Sampaio Corrêa, e seu vínculo se encerrou agora no fim de abril. Porém, temos o desejo de repatriá-lo pelo menos até o fim do Paraibano – detalhou o dirigente.

O Atlético-PB, mesmo admitindo as dificuldades financeiras, vai esperar pelo menos até o dia 18 de maio – data em que se encerra o decreto de isolamento social – para tomar um novo posicionamento quanto à retomada das atividades. Otimista, Alysson Lira acredita que ainda neste mês há a possibilidade de serem os treinos serem reiniciado aos poucos, com medidas de segurança, para que em junho o estadual retorne. A Federação Paraibana de Futebol (FPF), no entanto, não dá qualquer garantia com relação a datas, e dialoga diretamente com a CBF antes de tomar qualquer decisão a esse respeito.

Apesar de não ter divulgado nenhum nome, o Atlético-PB confirmou que algumas rescisões já foram encaminhadas. Na última semana, o lateral Kennedy teve sua rescisão publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

TATYANA
FONTE: GLOBO ESPORTE
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.