Atlético de Cajazeiras perde nos pênaltis para o Campinense e está fora da final do Paraibano


Com o empate no jogo de ida, Atlético-PB e Campinense prometiam mais um confronto equilibrado. No entanto, durante o tempo normal, foi o Trovão Azul quem tomou conta das principais tratativas, dando trabalho para a defesa da equipe comandada por Francisco Diá. Por sinal, o time rubro-negro soube aproveitar bem as jogadas de contra-ataque e, também contando com uma falha defensiva atleticana, chegou ao gol. Lopeu, sempre ele, foi quem anotou o primeiro gol da partida.

Na etapa final, os atleticanos foram ainda mais para cima, conseguindo o empate com Yerien, que já havia marcado no duelo de ida. Se mantendo na pressão, os sertanejos não conseguiram mais vazar a meta dos visitantes, levando o desfecho para os pênaltis.

Na disputa, o Campinense converteu as cinco cobranças, enquanto Wagner Coradin defendeu a cobrança de Marcinho, o único atleta do Atlético que perdeu a sua penalidade. Fim de partida, 5 a 3 nos pênaltis e a Raposa vai para a sua segunda final consecutiva de Campeonato Paraibano.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi quase que completamente dominado pelo Atlético-PB. Afinal, o time cajazeirense conseguiu dominar boa parte de toda a primeira etapa, pecando nas definições das jogadas. O goleiro Wagner Coradin, inclusive, só trabalhou mais na reta final. Enquanto isso, o Campinense jogava por uma bola, se apegando aos contra-ataques. Foi assim e ainda se aproveitando de falha desensiva que a Raposa marcou. Lopeu foi o nome do tento, deixando o time na vantagem durante a primeira metade do confronto de volta.

Segundo tempo

Na etapa final, o Atlético-PB seguiu na pressão, mas dessa vez agredindo o gol de Wagner Coradin. Inclusive, o gol saiu aos 14 minutos, quando Yerien, iluminado como na partida de ida, empatou a peleja, para a festa da torcida no Perpetão. O confronto seguiu com o Trovão Azul na pressão, buscando como podia a virada. Aos poucos, a Raposa foi se recuperando no confronto e o lado atleticano foi cansando. E com cara de penalidades, o tempo só tratou de passar até Rodrigo Batista confirmar a previsão.

As penalidades

Campinense – Afonso Júnior (converteu), Dedé (converteu), Gustavo (converteu), Henrique Mattos (converteu) e Romeu (converteu).

Atlético-PB – Marcinho (desperdiçou), Soares (converteu), Ferreira (converteu) e Bruno (converteu).

Os times

ATLÉTICO-PB: João Manoel, Felipe (Michel), Renan, Egon e Jackinha; Ferreira, Romerito (Soares), Mendes e Marcinho; Bruno e Samuel (Yerien). Técnico: Éderson Araújo.

CAMPINENSE Wagner Coradin, Henrique Mattos, Richardson e João Victor; Gustavo, Cléber (Vitor Maranhão), Jerfeson, Romeu, João Paulo (Afonso Júnior) e James; Lopeu (Dedé). Técnico: Francisco Diá.

COM INFORMAÇÕES DO GLOBO ESPORTE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *