As quengas mentirosas


O prefeito Ivan Olímpio (São Bentinho), há alguns anos, tomou uma cachaçada em Cajazeiras e, lá pelas tantas, baixou no cabaré meio alterado, puxou o revólver deu vários tiros, quebrou garrafas, cadeiras, botou todo mundo pra correr.

Então, o juiz decidiu processá-lo e convocou as meninas do cabaré como testemunhas. Só que, antes, o prevenido advogado de Olímpio catequizou as cabarezeiras, que negaram a arruaça, perante o juiz.

Mas, na hora de depor, Olímpio surpreendeu: “Doutor juiz, não sou de mentir. Vou dizer a verdade. Eu puxei mesmo o revólver, meti bala e botei todo mundo pra correr. Eu estava embriagado. Foi um desabafo e nunca mais se repetirá. Eu prometo”.

O juiz, atônito, virou-se pros policiais do fórum, perdeu a calma e determinou revoltado: “Pois, prendam agora mesmo aquelas quengas mentirosas!”

Do blog do jornalista Helder Moura

arma-atirando-bala

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *