Arena à vista

A COLUNA DE REUDESMAN LOPES FERREIRA

Não é segredo para nós que estamos acostumados a observar e aplaudir, o trabalho que vem sendo realizado pelo secretário de esportes da Prefeitura Municipal de Cajazeiras, Ninha. Desta feita, novamente, ocupo este espaço para dizer da minha alegria com a magnífica ideia que o nosso secretário começa a colocar em prática no sentido de utilizar um nobre local que, a história mostrou a sua utilidade lá pelos anos 50 até 80, que era o nosso “basquetinho” no Estádio Higino Pires Ferreira.

Pois bem, o basquetinho, nada mais era que uma quadra cimentada, idealizada pelo senhor Ivon Gomes (In Memoriam), um cidadão campinense que nos anos 50 chegou a Cajazeiras para gerenciar o Armazém Ouro Branco e que logo se apaixonou pela terra do Padre Rolim e por estas bandas viveu um longo tempo da sua vida. Desportista em todos os sentidos, grande atleta em várias modalidades, entre elas o Voleibol e o Basquetebol, foi ele quem, com ajuda do comércio local construiu a quadra que foi denominada de “basquetinho”. O tempo passou a falta de zelo e de apoio para a sua manutenção a levou a ser destruída pela invasão do matagal entre elas a jurema.

Hoje, emocionado como homem que historia o nosso futebol, vejo que aquele espaço que estava ocioso pode e deve voltar a ser importante no desenvolvimento dos esportes em Cajazeiras se tornando uma arena para multiuso em diversas modalidades e que vai servir a população, bem como, aos professores de Educação Física para aumentar os espaços de uma boa prática desportiva.

A arena que deseja ver o nosso secretário construída naquele local que falamos, foi o basquetinho, é um sonho dele, bem como de todos nós, cajazeirenses e cajazeirados e, vai ser fundamental para a massificação de diversas modalidades que atualmente são jogadas na areia, cito-as: Voleibol de areia, futevôlei, handebol e futebol de areia.

Verdade que narramos até agora sonhos, vontade, entretanto, se não houver esperança e muita fé, nada nós vamos conseguir e, lembro aqui o que falou o treinador Klopp que na terça feira, dia 07, desbancou de forma humilhante o famosíssimo Barcelona aplicando-lhe 4 a 0 sem dó nem pena.

Pois bem, mesmo antes do resultado ele dizia: “Vamos tentar, mas, se não conseguirmos, pelo menos tentamos”. Sei de como é difícil a realização de sonhos quando não depende apenas da nossa boa vontade, mas, o comprometimento e a seriedade que vem sendo a mola propulsora do nosso secretário Ninha é determinante para que consigamos construir a nossa arena multiuso, mesmo porque esse investimento não é tão alto.

Fafic

Foram iniciados na manhã da quarta feira, dia 08, mais uma edição dos Jogos Internos da Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Cajazeiras. A festa de abertura aconteceu no Ginásio da Fafic e contou com a participação dos alunos de todos os cursos deste estabelecimento de ensino superior e mais autoridades convidadas. As competições deverão acontecer até hoje, sexta feira, dia 10, nas seguintes modalidades: Voleibol, Futebol, Futsal, Atletismo. A coordenação do evento é da professora Ray que credita uma competição muito forte em termos de qualidade dos embates, bem como no aumento da presença de público.

Vergonhosa

O Serrano de Campina Grande fez a sua primeira participação em uma competição nacional e levou o futebol paraibano a quem é um dos seus representantes a uma vergonha nacional. A decepção aconteceu quando pela primeira rodada do Brasileiro da Série D, o time campinense, sofreu uma humilhante goleada, 6 a 0, em pleno Estádio o Amigão em Campina Grande. Bem verdade que o seu adversário, o América de Natal é sem dúvida alguma muito superior e com muita tradição no futebol brasileiro, mas, levar de 6 é humilhação total.

BOLA DENTRO

Para a bela repercussão que veio junto aos desportistas de Cajazeiras quanto a possível construção da arena esportes no Estádio Higino Pires Ferreira. Ideia aprovada com a NOTA 10!

BOLA FORA

Para a decepcionante estreia do Serrano em Campina Grande quando sofreu uma impiedosa goleada 6 a 0 do América de Natal. Vergonha sem tamanho. Isso vale uma NOTA 0!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *