O brilho próprio do cidadão e deputado Edme Tavares não ofuscou igual qualidade dos seus pais e de seus irmãos e irmãs.

Seu Aquino nasceu em Cajazeiras, mantendo residência, inicialmente, na Praça João Pessoa e, posteriormente, na tradicional casa localizada na Av. Padre Rolim, artéria em que residiam filhos ilustres de nossa terra, como Dr. Juca Peba, Timóteo Pereira, Inácio Assis, Chico Matias, Midu, Rita Assis, Dr. Ferreira, entre tantos outros moradores ilustres.

Formado em Ciências Contábeis, em Recife-PE., ele exerceu atividades ligadas à sua formação, como contador em várias firmas locais. Também militou no meio empresarial como proprietário de loja de imóveis, localizada na Av. Epifânio Sobreira.

No plano empresarial e social, foi membro de diretorias de Cooperativas e Clubes Sociais, desempenhando suas funções dentro de um padrão de seriedade e responsabilidade, aspectos enaltecidos pelos seus contemporâneos.

Os fins de semana, ele com sua esposa Dona Honorina Tavares de Albuquerque e seus filhos desfrutavam da labuta diária na sua Fazenda Pau d’Arco, sendo ele próprio um frequentador assíduo das vaquejadas que se realizavam na Fazenda Serrote.

Dona Honorina, como seu esposo, além de católica praticante, como o era toda a sua família, também se dedicou à missão de ensinar às gerações de sua época. Como professora, lecionou no Colégio São Luiz e na Escola Normal Dom Moisés Coelho; desempenhou a função de Secretária do então Prefeito de Cajazeiras, Hidelbrando Leal – gestão de 1929 a 1935 –; foi colaboradora da revista Flor de Lis e desempenhou a missão de Presidente da Associação das Voluntárias.

De personalidade comunicativa e dotada de enorme generosidade, envolveu-se em diversas ações filantrópicas e em projetos sociais, como colaboradora de obras assistenciais, tendo participado diretamente da arrecadação de meios de natureza financeiras destinados à construção da Catedral de N.S. da Piedade, nos tempos do saudoso Dom João da Mata Amaral.

De casal tão religioso, influente e consciente de sua missão, sempre presentes e atentos na formação religiosa e educacional dos seus filhos, tendo lhes transmitido o melhor exemplo de caráter e responsabilidade não poderia ter surgido prole tão eminente: o saudoso amigo Edme Tavares, político empreendedor, hoje é reconhecido como um dos filhos mais ilustres de nossa terra; Reginaldo, médico reconhecido em toda a região pela sua atuação como Presidente da UNIMED –  Norte/Nordeste; Ednaldo, engenheiro civil, com relevantes serviços prestados à antiga SAELPA, tornou-se empresário na área de restaurantes – Mangai e Nau; Edna, licenciada em Letras Neolatinas e Pedagogia; Edneide, com formação superior em Administração Pública e Serviço Social, desempenhou a função de Auditora Federal de Controle Externo do TCU; Regina, com formação superior em Administração Pública e Serviço Social.

Dentre os irmãos de Seu Aquino, que residiram em Cajazeiras, vêm-nos à memória Adauto, Nestor, Mariauta e Francisquinha Albuquerque; como irmãos de Dona Honorina, citamos Tomé, José e Angelina Tavares.

O casal Aquino/Honorina desfrutava da amizade mais próxima dos casais Antônio Dutra/Alzira, Álvaro Marques/Ana Júlia, Moacir Amaral/Dorinha, Antônio Rolim/Fortunata, Deusdedit Leitão/Maria José, Monsenhor Abdon Pereira, Dr. Otacílio Jurema, Profª. Vitória Bezerra, entre outros.

São todos personagens que nos vêm à lembrança, fazendo-nos rememorar uma cidade ainda provinciana que cultivava o saudável hábito das visitas e conversações noturnas sob a brisa quase sempre quente das noites cajazeirenses.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *