Água do Rio São Francisco só chegará no Açude Engenheiro Avidos no fim de 2020


Depois da denúncia de abandono nas obras do canal da Transposição do São Francisco no Eixo Leste, feita por moradores da cidade de Monteiro, no Cariri do Estado, uma informação divulgada na terça-feira (16) pelo presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), Porfírio Loureiro, deve abalar a esperança de milhares de paraibanos do Sertão do Estado. Ele revelou que a previsão do Ministério do Desenvolvimento Regional é de que a água do Eixo Norte só chegue na Paraíba em novembro de 2020.

Caso essa estimativa se confirme, não havendo novos atrasos, a água do Velho Chico chegará ao Açude Engenheiros Avidos, na região de Cajazeiras, mais de 14 anos após o início das obras – iniciadas em 2006.

A obra do Eixo Norte está 98,7% concluída e a previsão é de que seja concluída até o fim deste ano, mas o caminho percorrido pela água nos canais deverá ser bem mais demorado do que no Eixo Leste. “É que no caminho do Ceará até aqui a gente tem reservatórios grandes, que demandam tempo para estarem com um bom nível de água”, explicou Porfírio Loureiro. Depois de passar pela Paraíba, as águas seguirão para o Estado do Rio Grande do Norte.

Convívio com a seca

Enquanto as águas da Transposição não chegam, milhares de paraibanos continuam tendo que conviver com a seca e com os baixos volumes nos reservatórios da região. No caso do Açude Engenheiro Ávidos, o manancial está hoje com pouco mais de 20% de sua capacidade. Já o açude de Coremas, o maior da Paraíba e responsável pelo abastecimento de dezenas de cidades, está com apenas 16,2%. Na barragem Mãe D’Água, de acordo com dados da AESA, a situação ainda é pior. Hoje o reservatório está com pouco mais de 10% de sua capacidade.

COM INFORMAÇÕES DO BLOG PLENO PODER

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *