Adilson Rolim volta a compor e ganha prêmio


Por Raquel Rolim

Em uma entrevista com Adilson Rolim sobre sua classificação neste ano no prêmio Festival de Canção na cidade de Cajazeiras aonde ficou em 2º lugar com a sua música “Agindo como o Rei Lear” por sua composição, melodia e interpretação de Fabiano Soares, ele nos fala como foi a início de sua trajetória nesta carreira artística.

No ano de 1974, pela primeira vez participou do Festival de Canção na cidade de Cajazeiras, inclusive com a participação da atual cantora Elba Ramalho. Adilson Rolim, Reginaldo Ponciano e Modesto Maciel, os amigos que sempre lutaram pelo mesmo objetivo nesta carreira, criaram um grupo “Trio Modesto”, um projeto inovador que surpreendeu a população de Cajazeiras e da região.

Segundo Adilson Rolim, nessa época, era difícil para o seu grupo criar ou compor música com a realidade da vida, devido á censura que sempre os perseguia, mas o grupo não se sentia satisfeito e sempre buscava inovações na aréa. Fala que a música e a capacidade de criar e compor foi um dom de Deus, tudo saia naturalmente e refletia a realidade do Brasil. Por exemplo: ” Obsessão, Quem ouve a minha viola, Mão ardente, Gente diferente…”

Embora devido a tantas críticas, Adilson Rolim, Reginaldo Ponciano e Modesto Maciel, sentia-se na vontade de cada vez mais buscar inovar seu repertório e apresentar a população suas artes e seus dons na música,algo diferenciado que ninguém ainda havia apresentado e nem imaginava fazer com a música popular brasileira, que era na verdade a cara do povo brasileiro.

Em 1974, tudo se transformou em realidade, o povo acreditava no seu trabalho passando para o grupo mais segurança e motivação para continuar nesta caminhada, e foi a partir disto que a canção passou a surgir naturalmente, com a cara do povo brasileiro, da massa sofrida, da nação prendida pelo rei governante, que era dono do poder. No ano de 1975, Adilson Rolim serviu a Pátria, passando de um direito para uma obrigação de um cidadão em servir o Brasil, no TG07-243, Tiro de Guerra 243, nesta cidade de Cajazeiras. Em 1976, voltou novamente á música popular barsileira, com a cara nova, no meio do povo . Entre os anos de 1976 e 1977, encerrou a sua tragetória com relação aos Festivais da Canção, e consequentemente encerrou também á composição e criação de músicas. Só neste ano de 2011, voltou ao palco com uma composição nova, diferente das que antes havia em sua composição.

Hoje, sua música é estilo MPB e foi interpretada por Fabiano Soares, “Agindo como e Rei Lear”, música que foi classificada em 2º lugar no Festival de Canção na cidade de Cajazeiras. Adilson Rolim, não esperava por esta classificação, devido ao tempo que permaneceu em off fora dos palcos dos Festivais de Canções, ficou surprso e muito feliz pela sua conquista depois de muitos anos, e agradece a todos que o prestigiou nesta sua nova tragetória e que acreditaram na sua composição, melodia e na interpretação do cantor escolhido por ele, Fabiano Soares.

Portanto, depois te todas essas mudanças, percebeu que seu dom ainda permanece dentro de si, e que vai transmiti-lo para a população através do que sempre gostou de fazer, criar em cima da realidade que o rodeia, compor e cantar.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *