AC3 intensifica articulações com foco no Açude Grande


Uma representação da AC3 composta pelos Diretores, Josias Farias Neto e Ricardo Bandeira de Melo, desenvolveu intensa Programação em Cajazeiras, no período de 24 a 26 de fevereiro próximo passado. Tendo como foco principal, o Concurso de Idéias do Projeto Integrado do Entorno do Açude Grande, foram feitas articulações com vários segmentos representativos da municipalidade.

A programação foi iniciada no último dia 24 (quinta-feira), com uma reunião da Comissão Local do Projeto do Açude Grande, tendo a AMASP como local. Na ocasião, os integrantes da AC3, apresentaram o estágio das negociações para contratação do Instituto dos Arquitetos da Paraíba – IAB-PB, a fim de que esta Entidade fique responsável pela organização do Concurso de Idéias do referido Projeto. Neste sentido, informou-se que a AC3 dispõe de 1/3 dos custos médios apresentados pelo IAB-PB (R$ 30.000,00), ou seja, R$ 10.000,00. Deste último valor, R$ 5.000,00 oriundos do Baile do Reencontro do ano passado e os outros R$ 5.000,00, doados por iniciativa própria do Empresário cajazeirado da gema, Sr. João Claudino Fernandes, a quem todos nós da AC3 somos gratos pelo gesto. A Proposta é que os R$ 20.000,00 restantes sejam cobertos por cinco ou seis Empresas do município e as mesmas serem retribuídas na mídia nacional do citado concurso, assim como em placa permanente em local visível do Açude Grande. Houve um consenso da importância desta etapa ser assumida pela Sociedade Civil ligada ao município.

A contratação sendo feita com recursos da própria comunidade, as portas serão abertas com facilidade junto ao Setor Público (principalmente em nível Federal), na busca por recursos necessários para as premiações do Concurso (1º lugar – R$ 30.000,00; 2º – R$ 15.000,00 e 3º – R$ 7.500,00). Este fator, a ampla mobilização em torno da obra face abrangência do concurso em nível nacional com ampla cobertura nos sites do Instituto dos Arquitetos do Brasil em todos os Estados da Federação e a qualificação do Projeto eleito como vencedor por uma Comissão Idônea formada por especialistas, com certeza darão um cacife extraordinário para o rápido atendimento na materialização do sonho do Açude Grande.

No mesmo dia à tarde, Josias e Ricardo, pela AC3, Prof. Fred (UFCG – Presidente da Comissão Local do Açude Grande), Luís Lauro (Venerável da Maçonaria) e Raimundo Júnior (Rotary), realizaram uma visita ao Gerente de Negócios da Agência Local do Banco do Nordeste, bem como a Gerente Geral. Abordaram as possibilidades de apoio daquela Agência de Desenvolvimento no apoio a premiação, oportunidade em que foram repassados com detalhes, todos os procedimentos a serem seguidos. No dia seguinte (6ª feira), parte da Comissão, com o mesmo objetivo, manteve contato com Gerente Local do Banco do Brasil e por recomendação deste, visita ao Escritório do SEBRAE de Cajazeiras. A exemplo da primeira, estas duas últimas visitas foram bastante proveitosas e esclarecedoras.

Na sexta à noite (25/02) na Biblioteca Pública, a partir das 19h30min, mencionada representação da AC3, reuniu-se com um Grupo de Mulheres do Rotary, mobilizadas pela Senhorita Zélia Ribeiro. A finalidade foi ouvir deste importante segmento da sociedade cajazeirense, sugestões para o 9º Baile do Reencontro. Inúmeras recomendações foram dadas em todos os pontos da cadeia produtiva do referido evento, sendo anotados um a um, as quais subsidiarão Projeto da Festa já tradicional.

No sábado à noite (26/02), atendendo convite da Diretoria do Rotary, Josias e Ricardo encerrando a intensa Programação, estiveram presentes na inauguração da Estação Digital nas suas novas instalações (Escola do Rotary após ampla reforma). Esta foi obtida junto a Fundação Banco do Brasil – FBB, através de um Projeto formulado pela AC3. A transferência, intermediada pela nossa Associação em sintonia com a FBB, deu-se atendendo a uma solicitação da nova Diretoria do Cajazeiras Tênis Club. Com certeza, num ambiente educacional, e atendendo não só os alunos da Escola do Rotary, mas também demais jovens do Bairro Cristo Rei, mencionada Unidade será utilizada na sua plenitude. Para tanto, é importante a manutenção da parceria com a Prefeitura Municipal, no apoio com instrutores, vigilância e cronograma das turmas a serem capacitadas. Não menos importante, as possibilidades de suporte técnico do IFPB – Instituto Federal da Paraíba, situado nas proximidades.

Informações de Josias Farias Neto (Diretor de Políticas Públicas da AC3)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *