A Faisqueira do Gazeta


Depois que sentam na cadeira  Os gestores municipais que sentaram pela primeira na cadeira número um das prefeituras estão sentindo na pele o quanto é difícil a trajetória a ser cumprida entre a promessa e a realização. E como tem promessa que jamais será realizada! Já tem gestor dançando na maionese.

Lira, Ricardo e Cássio  Nos bastidores da política o comentário principal da semana é que o trio formado por Lira, Ricardo e Cássio estará no mesmo palanque em 2018. Lira para governador e Ricardo e Cássio para o senado. Você tem dúvida? Num passado não tão distante outros “conchavos” mais difíceis do que este já foram feitos, imagine este! E o povo? É só um simples detalhe.

Foguetões  Os opositores políticos de Carlos Antonio (ou inimigos?), desde o momento que o Ministério Público Federal divulgou que havia um foragido da quarta etapa da Operação Andaime, estavam certos que seria o ex-prefeito Carlos Antonio.

Foguetões  Depois que o sigilo foi levantado quebraram a cara e guardaram os foguetões. Um aliado de Carlos comentou: um dos fornecedores dos recursos para compra dos artifícios já comeu muitas vezes na mesa da cozinha de Denise. Tem explicação para tanto ódio?

Solidariedade  Centenas de internautas postou nas redes sociais manifestações de carinho e apreço para com Denise e Carlos, diante os acontecimentos desta semana: “Tenha certeza que as pessoas que sempre esteve do lado de vocês são as que vocês não conhecem e que nunca comeu na mesma mesa, que nunca teve acesso a sua casa e a sua amizade. E esses são seus admiradores que torcem por vocês sempre, acredite no deus de toda hora tenham fé que tudo vai dar certo. Estou com vocês sempre”

Sem provas   O pedido de prisão para Carlos Antonio, datado de 16 de outubro de 2016, em plena campanha eleitoral, feito pelos Procuradores Federais, foi indeferido pelo Juiz Federal da Comarca de Sousa por absoluta falta de provas, fruto ainda da delação de Justino, que resultou na quarta parte da Operação Andaime.

Vai abrir o bico  Um dos envolvidos, no momento de sua prisão pela Operação Andaime, teria proclamado em alto som, que não iria pagar sozinho esta conta. Tudo leva a crer que este cidadão poderá ser o segundo a fazer “delação premiada” neste processo.

Nem no tempo do cangaço  O que tem de bandido armado pelos sertões do Nordeste assaltando e matando gente inocente não chega nem perto dos tempos do cangaço, tendo a frente o Capitão Virgulino, vulgo Lampião. Os arrombamentos aos bancos e aos correios e telégrafos, principalmente nas pequenas cidades, já não se contam mais. As famílias vivem sobressaltadas.

Cássio Cunha Lima  O senador Cássio foi o escolhido por seu partido para ocupar na Mesa do Senado a vaga de 1º vice-presidente, isto devido a sua forte atuação como líder do PSDB, principalmente durante o período de impedimento da Presidente Dilma. A nova mesa diretora do senado é ocupada predominantemente por nordestinos.

Ansiedade  Grande parcela da população aguarda com ansiedade o inicio das atividades da Câmara Municipal de Cajazeiras, para ver a postura dos onze vereadores eleitos pelas oposições e quantos vão conseguir sobreviver/resistir ao “assédio” dos cofres da prefeitura. 

Fugindo da escola pública  Por que será que muitos pais de família, mesmo neste tempo de forte crise econômica, estão preferindo matricular seus filhos em escolas particulares? Qualquer casal, ambos empregados, opta pelo ensino privado, que por sinal, em Cajazeiras, todas elas têm se destacado nas avaliações oficiais com boas notas.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *