A Faisqueira do Gazeta


Números – Existem números interessantes nos documentos entregues de uma lista de 607 gestores que tiveram contas julgadas irregulares, pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) ao Ministério Público Eleitoral e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), para que seja verificada a legalidade de eventuais candidaturas desses agentes públicos.  O conselheiro Arthur Cunha Lima fez entrega pessoalmente dessa lista ao procurador-geral de Justiça da Paraíba, Bertrand de Araújo Asfora.

Números 2 – Segundo Arthur Cunha Lima, na listagem consta 1.243 processos, envolvendo prestações de contas dos prefeitos e presidentes de Câmaras, convênios, institutos de previdência, fundação, Fundo Municipal de Saúde, secretarias de Estado e municípios.

Números 3 – O campeão de prestação de contas irregulares é José Ardison Pereira com 10 processos, do município de Carrapateira, instaurados entre 2010 e 2013, seguido de Evilásio Formiga Lucena Neto, de São José da Lagoa Tapada com 06 processos e de Lucrécia Adriana da cidade de Joca Claudino e Evandro Brito de Bom Jesus, ambos com 05.

Números 4 – Na cidade de Bom Jesus, Manoel Dantas, entre 2011 e 2013, tem cinco processos e Jorcelan Sampaio Aquino, relativo à Câmara Municipal tem processo Do período 2011/2012.

Números 5 – A Superintendência de Trânsito de Cajazeiras tem citado pelo TCE os nomes de Marcos Túlio de Abreu Sousa e José Diener Marques, ambos com um processo cada um.

Números 6 – Maxwell Araújo está sendo citado com contas irregulares do Fundo Municipal de Saúde, com dois processos. Todos estes processos são passíveis de novas defesas, principalmente se forem os citados candidatos a cargos eletivos nas eleições de 2016.

Lama da corrupção – A Operação Lava Jato está atingindo do estagiário de suplente de vereador a ex-presidente da República. A quantidade de agentes públicos que surfam nas ondas das praias do Brasil e de além mares, torrando o dinheiro dos pobres, é imensa e todos os brasileiros merecem e precisam escapar deste destino cruel e traiçoeiro.

Na ponta da agulha – As definições dos nomes dos candidatos a vice-prefeito da cidade de Cajazeiras ainda permanecem em ponto morto. A cada dia que passa mais aumenta as especulações, o que tem deixado os trabalhadores da imprensa meio “abilolados” com tantas informações. Vale lembrar que o prazo final será o dia 05 de agosto, com as convenções partidárias.

arapuan-inauguração-2002-alberto-carlos-antonio-ze-aldemir_800x600

Carlos Antonio x José Aldemir – Verdadeiro fogo cruzado vem sendo travado entre o ex-prefeito de Cajazeiras, médico Carlos Antonio e o deputado estadual José Aldemir, pré-candidato a prefeito de Cajazeiras. Como José Aldemir não tem nada pra dizer da prefeita Denise, fica fustigando Carlos Antonio.

Carlos Antonio x José Aldemir 2 – Mas, Carlos Antonio, vem demonstrando ter muita munição contra José Aldemir, a exemplo das suas últimas declarações, comprovando com uma mala de documentos, acusando-o de que teria se utilizado das verbas indenizatórias da Assembléia Legislativa em beneficio próprio.

Carlos Antonio x José Aldemir 3 – No meio desta papelada teria uma emissora de rádio, com uma excelente mídia e a locação de um veículo de um figurão.  Todos estes documentos e mais outros foram conseguidos através do Sagres e na própria Assembléia. O deputado Adriano Galdino, presidente da Assembléia, teria apelado a Carlos para amenizar a pancada, mas tudo leva a crer que Carlos vai continuar botando a boca no trombone.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *