A Faisqueira do Gazeta

Coluna do jornal semanal Gazeta do Alto Piranhas

TATYANA
0
AM3 – 250×250

CASTIGO  A cidade de Uiraúna precisa urgentemente ser benta, mas para isto precisa de muita água e é só o que nela não tem mais. Entrou em colapso total o seu abastecimento, via Barragem da Capivara e para piorar a situação a adutora que estava sendo construída, para levar água do Açude Lagoa do Arroz, teve sua obra parada em função da Operação Pés de Barro.

CASTIGO  Tudo leva a crer que a terra dos sacerdotes precisa também fazer um mutirão de orações: o prefeito da cidade está preso e teve sua vaga cassada pela Câmara municipal e o deputado federal da terra, Wilson Santiago, está envolvido até a medula na Operação Pés de Barro e está ameaçado de perder o mandato. Só Jesus na causa.

O PACIFICADOR   O deputado Júnior Araújo, que está licenciado para ocupar um cargo de secretario na gestão João Azevedo, teve seu nome mais uma vez “cotado” para ser o candidato a prefeito de Cajazeiras, pelas oposições. Tem agradecido a lembrança do nome dele e reafirma que a candidata é Denise.

CONVERSA FRANCA  O deputado estadual Jeová Campos e o médico Carlos teriam tido uma conversa demorada, aberta e franca, na cidade de João Pessoa, em torno das eleições municipais. Poucos, mas pouquíssimos mesmo tiveram acesso ao que foi conversando entre eles.

É A MINHA VEZ   O deputado Jeová Campos tem apresentado como justificativa para apresentar o nome de seu irmão Marquinhos Campos como candidato a prefeito de Cajazeiras, dizendo: “já votei neles duas vezes, agora é a hora deles retribuíram e a vaga de vice é pra eles”. Jeová se refere ao grupo liderado por Carlos/Denise/Júnior Araújo. E vai partir pra luta.

BUSCANDO OUTROS NOMES  O deputado licenciado Júnior Araujo acha que Jeová Campos tem todo o direito de defender o nome de seu irmão como candidato a prefeito de Cajazeira e se não for possível uma coligação com seu grupo, vai procurar outros nomes entre os aliados de Zé Aldemir, principalmente entre os “insatisfeitos”. Não é tão difícil esta “pescaria”, depende da isca.

GESTÃO PLENA   Caso se concretize a gestão plena do estado, via secretaria de saúde do estado, no Hospital Regional de Cajazeiras, o município que até então era participe desta gestão, poderá ter um prejuízo de mais de quatro milhões de reais nos cofres da secretaria de saúde da cidade. Os recursos, principalmente os das cirurgias eletivas não serão mais destinados ao município. Caso não se reverta o prejuízo não é pequeno.

DISPUTA  Quando da presença, na semana passada, do secretário de saúde do estado, em Cajazeiras, para aonde se dirigia ou se virava,  os espaços eram ocupados palmo a palmo por Carlos Antonio, Jeová e Júnior Araújo. A saúde é o setor mais forte na área de emprego de Cajazeiras, só no hospital são quase mil servidores.

CIDADANIA  O vereador Jucinério Félix deverá entregar em breve os documentos do Cidadania, partido que ainda preside em Cajazeiras, mas deverá procurar outro destino partidário. Ainda está indefinido quem vai ser seu presidente, que está sendo mais cobiçado que noiva virgem em noite de lua de mel.

AINDA NO MESMO PALANQUE  O governador João Azevedo continua com o poder de colocar no mesmo palco Júnior Araújo e Jeová Campos, a exemplo do que ocorreu durante a assinatura do contrato, neste dia 12 de março, para a construção da estrada que liga a BR 230 ao distrito de Engenheiro Avidos. Não sabemos se lá na frente vai construir esta união para a disputa da prefeitura de Cajazeiras.

ESTRADAS DA CIDADANIA   O governador João Azevedo durante a sua fala anunciou o programa “estradas da cidadania”, que irá ligar os distritos e vilas, principalmente os que produzem alimentos para a cidade. É a estrutura chegando aos menos favorecidos dos grotões da Paraíba.

FONTE: GAZETA DO ALTO PIRANHAS
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.