A Faisqueira do Gazeta

Coluna semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas

Aulas de geografia  Para alguma coisa esta crise na Amazônia Brasileira serviu: os canais de televisão estão se esmerando, com mínimos detalhes, mostrar em seus noticiários os mapas físicos dos estados que compõem a região: são verdadeiras aulas de geografia, acrescidas de informações econômicas que muitos brasileiros desconheciam. Nota dez.

Sinal verde  O governo de João Azevedo resolveu “destravar” os recursos destinados para o SAMU de Cajazeiras. Este fato vinha sendo motivo para diversos “arranca-tocos” entre o prefeito Zé Aldemir e o ex-governador Ricardo Coutinho. João resolveu. A saúde de Cajazeiras e da região agradece.

Mimo  Diante da decisão do governador João Azevedo de começar a liberar os recursos para o SAMU, a deputada estadual Paula Francinete, aliada e esposa do prefeito Zé Aldemir, declarou de pronto à imprensa que votaria a favor de um empréstimo que o governo do estado encaminhou para votação na Assembleia da Paraíba. Diz o ditado popular: “Quem minha filha (cidade) beija, minha boca adoça”

Foi traído  O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino, ao encerrar a histórica Sessão Itinerante, realizada em Cajazeiras, dentro das comemorações alusivas à festa de emancipação política da cidade, fez um longo e emocionante discurso, onde narrou sua vitoriosa trajetória de vida, e para os ouvintes deixou a entender que caminha rumo ao Palácio da Redenção. Um desejo escondido no fundo do coração teria sido revelado, pela emoção.

Toda cidade tem o doido que merece  Nesta mesma fala o deputado Adriano Galdino contou a história de um doido de sua terra, Pocinhos, que o chamava também de “doido” e alertava os adversários de Adriano Galdino que “não brincassem” com ele, senão iam ser derrotados; e não deu outra: deixou na poeira os dois grupos políticos mais fortes de sua cidade. Foi eleito vereador, prefeito e deputado estadual com dois mandatos e presidente da Assembleia por quatro anos, numa eleição histórica do poder legislativo da Paraíba.

Sonhando acordado  Com o burburinho de que o governador João Azevedo poderia sair do PSB, quem sonha com os dois olhos bem abertos para levá-lo para o AVANTE é o deputado estadual Júnior Araújo e de quebra, para completar o time, quem estaria com o pé no seu partido é nada menos que o deputado Adriano Galdino, presidente da Assembleia da Paraíba.

Aula de democracia   Quem teve oportunidade de assistir a Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa da Paraíba, realizada em Cajazeiras, pode ter uma ideia, embora com poucos lances de embates entre os deputados da base do governo e as oposições, de como é o funcionamento da Casa de Epitácio Pessoa. Com a presença de 27 deputados, fez-se acontecer a Carta do ABC da democracia.

Aos frangalhos  A mais importante escola do Ensino Fundamental, da Zona Norte de Cajazeiras, a Manoel Mangueira, está estraçalhada, desde que foi interditada para realização de uma reforma e está funcionando aos trancos e barrancos em quatro locais. O governo do estado vem sendo cobrado para concluir a obra o mais rápido possível. Imaginemos o índice de aprendizagem destes alunos.

No momento oportuno  O governador João Azevedo, que não deu o ar de sua graça, nas comemorações da emancipação política de Cajazeiras, se fez porta-voz através do deputado estadual Jeová Campos, para anunciar que vai realizar o asfaltamento da rodovia que liga a BR 230 ao Distrito de Engenheiro Avidos, a obra mais cobrada dos últimos nove anos do governo do estado. O governador deverá bater o martelo no próximo mês de setembro quando vai inaugurar o IML de Cajazeiras.

Dores de cabeça  O Ministério Público de Cajazeiras vem dando, e parece que vai continuar, fortes dores de cabeça no prefeito Zé Aldemir, no tocante ao não cumprimento TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, celebrado entre o município e o Órgão Ministerial, com a finalidade de realizar concurso público.  Um TAC que já foi cumprido pelo município, cujo concurso já vai ser homologado no decorrer desta semana. Desta dor de cabeça, Zé Aldemir já tomou o remédio e está aliviado.

Sem defesa  Outra ação do Ministério Público, que envolve o prefeito e a ex-secretária de educação, Antonia Nelbia de Moura Leite, na qual foram solicitadas multas nos valores de dois milhões e um milhão, respectivamente aos dois gestores, eles não foram sequer intimados para se defenderem. E pode? Os advogados já estão protocolando as defesas. Em nada vai dar? Ou não vai dar em nada? Nas 58 páginas do Inquérito, em nenhuma consta assinatura de intimação dos dois gestores. Eita lasqueira!

VIA GAZETA DO ALTO PIRANHAS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *