A Faisqueira do Gazeta


Bomba chiando  Tem uma bomba com um estopim enorme, que só vai explodir no dia primeiro de janeiro de 2019, no plenário da Câmara Municipal de Cajazeiras. O pavio já foi aceso.

Zé e João  Comenta-se a boca miúda que tá faltando muito pouco pra Zé Aldemir votar em João Azevedo e tá igual a se empurrar bêbado de ladeira abaixo. Aguinaldo Ribeiro, o dono do PP, estaria em amplas negociações com Ricardo.

Divisão  O prefeito de Cajazeiras, médico José Aldemir, declarou que vai votar em Antonio Vituriano de Abreu para deputado federal, mas tem dito também que votará em Aguinaldo Ribeiro. Enquanto Vituriano ajudou com votos para a eleição de Zé, Aguinaldo tem colocado muito dinheiro na gestão de Zé. Neste caso nada impede que se sirva ao mesmo tempo a dois amigos.

O mesmo exemplo  O governador Ricardo Coutinho vai seguir o mesmo exemplo do ex-governador do Ceará, Cid Gomes, que ficou até o último dia de seu mandato com o objetivo de eleger o seu sucessor, que estaria com apenas dois por cento nas intenções de votos e no final foi vitorioso. Neste dia sete de abril veremos isto acontecer na Paraíba. Ricardo costuma ligar a seta para direita e entra para a esquerda.

Deselegância  A Dra. Paula Meireles, secretaria de saúde de Cajazeiras, teria comentado a deselegância e a maneira como foi aparteada por um vereador da oposição durante a sua fala na tribuna da Câmara Municipal, quando prestava contas de sua gestão. Eita lasqueira!

2.000 vagabundos  Estima-se que vagueiam pelas ruas de Cajazeiras nada menos do que dois mil cães. De cada dez cães, oito tem Calazar. Na última campanha  foram vacinados cerca de sete mil cães e dois mil gatos, uma população de felinos e caninos maior do que o número de habitantes de quase cem municípios da Paraíba. Agora durma com o latido e o miado desta turma.

Chateado  O vereador Rivelino Martins teria ficado muito “chateado” com o deputado Jeová Campos, ao ser interpelado na AABB, quando da vinda do candidato a governador João Azevedo a Cajazeiras, no final do mês de março, sobre a ausência de Ricardo Coutinho ao evento, que teria sido um pedido de Rivelino. “Eu não tenho tanto prestígio junto a Ricardo para pedi-lo que não viesse até aqui”, respondeu, deu as costas e foi embora. Ficou a mágoa.

Rindo a toa  O prefeito Zé Aldemir e a secretaria de saúde, Dra. Paula Meireles, estão com largos sorrisos ao ver instalados os primeiros equipamentos do Centro de Imagem, um investimento que ultrapassa dos quatro milhões de reais. Entre investir este volume de recursos em saúde ou no asfalto da cidade, a prioridade foi e será sempre na saúde do povo, teria dito Zé Aldemir.

Juntos e misturados  O vereador Marcos Barros, conhecido pela sua habilidade política, teria aproveitado o vácuo da insatisfação do vereador Jucinério Félix e estaria “conversando” com o mesmo sobre a possibilidade de sua “adesão” ao ninho de João Azevedo. Na noite do último dia quatro embarcaram no mesmo ônibus com destino a João Pessoa: Jucinério, Marcos Barros e Rivelino. Durante a viagem teriam rezado a ladainha dedicada a São João.

Dormindo de olho aberto  O prefeito Zé Aldemir não tem descuidado um minuto da campanha da Dra. Paula rumo a Assembléia Legislativa. Toda semana tem conseguido uma adesão de lideres de várias cidades da região. Não dispensa apoio nem dono de time de botão.

Prova dos nove  O jovem advogado Júnior Araújo tem andado mais do que burra de padre. Faz visitas diárias aos amigos e aliados de Carlos e Denise em busca de votos e falou esta semana que “sentiu” que a população de Cajazeiras estaria insatisfeita com a gestão de Zé. A polarização entre Júnior e Paula favorece aos dois e espreme Jeová e para isto existe no time um cidadão que é craque no meio de campo: Carlos Antonio.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *